Jon Jones condena atitude de Cormier: "Coisa mais suja que já vi"

Escalado para conversar com a imprensa na última sexta-feira (8), Jon Jones, ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) que segue suspenso pelo flagra n exame antidoping divulgado em julho do ano passado, não se esquivou da polêmica envolvendo seu rival Daniel Cormier e o acusou de trapacear.

Segurando na toalha para distribuir seu peso e, assim, poder cravar o limite de sua divisão, Cormier se tornou alvo de críticas de fãs e especialistas. E, embora ele tenha negado o uso da artimanha, Jones tratou de apontar a cena como uma mancha para o esporte.

“Aquilo foi absolutamente insano. Eu não acreditava que eu estava vendo aquilo. Eu vi o cara… Se você focar nas mãos dele, você pode ver ele olhando para baixo e meio que balanceando o peso para fazer exatamente 93 kg. Que truque inteligente. Muito desonesto da parte dele. A coisa maluca é que isso foi permitido a acontecer. Eu imaginaria que existiria alguém da Comissão la atrás para ver seu jogo sujo e flagrar ele. Simplesmente, deixaram ele ir após uma das coisas mais sujas que já vi nos esportes”, narrou em conversa captada pelo site MMA Fighting.

Sem lutar desde abril de 2016, Jones só poderá retornar a cage a partir de julho, quando espera-se que ele enfrente o vencedor do confronto principal do UFC 210. Daniel Cormier e Antohny Johnson duelam pelo cinturão dos meio-pesados (93 kg) neste sábado e ‘Bones’ estará vendo tudo bem de perto.