Joinville faz o dever de casa, cola na ponta e agora seca a Chapecoense

O Joinville sofreu, mas cumpriu a sua missão na noite desse sábado. Em casa, o JEC bateu o Inter de Lages por 3 a 1 e colou na Chapecoense na ponta da tabela do segundo turno do Campeonato Catarinense, que chega a sua sétima rodada. Agora, as duas equipes somam 16 pontos, mas a Chape, que tem o melhor saldo, ainda vai entrar em campo nesse domingo, às 16 horas, fora de casa, para encarar o Metropolitano. O Joinville fica na torcida por um tropeço do líder, porque no fim de semana que vem terá justamente o duelo direto para tentar se isolar na dianteira da competição.

Por outro lado, o revés significa sinal de preocupação para o Inter de Lages, que passa a ser um forte candidato para deixar a elite do futebol de Santa Catarina. A equipe estacionou nos cinco pontos e pode entrar na zona de rebaixamento ainda nessa sétima rodada caso o Metropolitano vença a Chapecoense. Ou seja, Enquanto o JEC torcerá pelo time de Blumenau, o Inter contará com a força da equipe de Condá.

No próximo domingo, o Inter de Lages buscará dar início a uma reação diante do Brusque, às 16 horas, de novo como visitante. O clássico entre Joinville e Chapecoense está marcado para sábado, no mesmo horário, no estádio do Verdão.

A partida desse sábado poderia ter sido mais fácil para o time mandante caso a vantagem conquistada no primeiro tempo fosse melhor aproveitada. Aos 28, Marcelinho derrubou Fabinho Alves dentro da área e cometeu pênalti. Na cobrança, Aldair acertou o meio do gol e abriu o placar.

Mas, logo aos 8 da etapa final, o Inter de Lages deixou tudo igual. Max recebeu, dominou, fez o pivô e girou para marcar um belo gol na Arena.

O jogo ficou tenso até os 35, quando Alex Ruan fez soltar o grito de alívio da torcida local ao balançar as redes. Para consumar a vitória, Tinga ainda anotou um golaço aos 45. No fim, festa do time que se mantém firme na busca pela liderança do Catarinense.