Johny Hendricks garante que só luta de novo quando valer cinturão

Fernando Arbex

Vindo de cinco vitórias seguidas, Johny Hendricks não quer lutar de novo antes de disputar o título dos pesos meio-médios do Ultimate (categoria até 77Kg). Apesar de Firas Zahabi, o treinador do campeão Georges Saint-Pierre, achar que Nikc Diaz é o desafiante número um da divisão, o ex-wrestler universitário norte-americano pensa que agora é a vez dele.

“Não vou lutar a não ser que seja pelo cinturão. Nada mais me interessa. Minhas últimas três lutas foram contra caras entre os cinco melhores da categoria. Eu dei o meu recado. Minha moral está realmente alta agora e a única coisa que falta é uma chance por esse cinturão. Eu quero muito. São situações que não aparecem sempre e eu sinto que fiz o suficiente para merecer uma chance, é nisso que estou pensando nesse momento. Estou treinando por um combate de cinco rounds e é isso”, sentenciou Hendricks, em entrevista à rádio do site MMA Junkie.

O lutador aproveitou para deixar claro que não está gostando de ser evitado por GSP ou pela equipe do canadense. “Ele está tentando tirar dinheiro das minhas crianças. Se eu vencê-lo e conquistar esse cinturão, minha vida muda. Ele está tentando não me dar uma chance justa. Fico louco em pensar que um cara está controlando o meu futuro. Isso me faz querer vencer ainda mais. È como se dissessem ‘achamos que não podemos batê-lo, mas acho que podemos derrotar Nick Diaz’. É como soa para mim”, concluiu Hendricks.

Exibir comentários (1)
  • Para Silas e Bittencourt, Corinthians tem que bancar Carille no comando

    A derrota do Corinthians para o Fluminense neste domingo reforçou a discussão em cima de quem deve comandar o elenco alvinegro. Desde a saída do técnico Tite, que assumiu a Seleção Brasileira, o clube conviveu com muita pressão sobre Cristóvão Borges, o sucessor escolhido pela diretoria em um primeiro momento, e agora parece indeciso sobre […] Mais »

    Gazeta Press - 26 minutos atrás
  • "Mão de vaca", brasileiro quer usar bônus do UFC Brasília para comprar casa

    "Mão de vaca", brasileiro quer usar bônus do UFC Brasília para comprar casa

    Vicente Luque precisou de apenas um minuto para nocautear de forma avassaladora o americano de origem mexicana Héctor Urbina na segunda luta do UFC Brasília, disputado nesse sábado (24). A vitória tão rápida e expressiva rendeu ao brasileiro o bônus de ‘Performance da Noite’ e 50 mil dólares (cerca de R$ 162 mil) a mais no bolso. Mais »

    AgFight - 1 hora 26 minutos atrás
  • HRW acusa Fifa de patrocinar partidas em terras palestinas

    Jerusalém, 26 set (EFE).- A ONG Human Rights Watch (HRW), acusou nesta segunda-feira a Fifa de patrocinar jogos de futebol nos assentamentos judaicos na Cisjordânia ocupada e pediu à organização para exigir de Israel que impeça estas atividades. Mais »

    EFE - 8 horas atrás
  • Campeão olímpico e recordista mundial dos 400 m diz odiar a prova

    Ser atual campeão olímpico e recordista mundial dos 400 m rasos parece não ser suficiente para evitar as reclamações de Wayde van Niekerk. Considerando os desgastes físicos, o corredor disparou críticas à prova que consagrou sua carreira. “Eu odeio os 400 m”, afirmou o atleta, em entrevista ao jornal francês Le Figaro. “Eu odeio porque eu […] Mais »

    Gazeta Press - 9 horas atrás
  • Paraná anuncia Roberto Fernandes como novo treinador da equipe

    Poucas horas após anunciar a demissão de Marcelo Martelotte, o Paraná já tem um novo treinador para a sequência da temporada. Por meio de seu site oficial, o Tricolor divulgou a escolha por Roberto Fernandes para comandar a equipe no restante da Série B. Conhecido por ter comandado diversos clubes tradicionais do futebol brasileiro, como […] Mais »

    Gazeta Press - 9 horas atrás