Jogos Olímpicos de 2021: os esportes olímpicos incomuns que não existem mais

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·5 minuto de leitura
Cabo de guerra é um esporte esquecido nas Olimpíadas Modernas. (Getty Images)
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Riley Morgan

Os Jogos Olímpicos, que datam de quase 3.000 anos, tornaram-se o auge do esporte em todo o mundo.

Dos antigos jogos realizados em Olímpia à introdução dos Jogos Olímpicos modernos em Atenas em 1896, muitos esportes estranhos, malucos e selvagens apareceram e desapareceram.

'VERGONHA': repercussão negativa após atletas olímpicos australianos pularem a fila de vacinas (artigo em inglês)

IMPRESSIONANTE: a verdade peculiar sobre o encontro de Roger Federer e Mirka nas Olimpíadas de Sydney (artigo em inglês)

Da luta da Grécia Antiga ao croquet, aqui estão alguns dos esportes incomuns que muitas pessoas podem não saber que já fizeram parte dos Jogos Olímpicos.

Jogos Olímpicos antigos

Corrida de bigas

A corrida de bigas era vista como um dos esportes que ajudaram a fundar os Jogos Olímpicos na Grécia.

O esporte foi um dos eventos mais populares e duradouros do programa equestre nos Jogos antigos.

A popularidade das corridas de bigas cresceu imediatamente e coliseus maiores foram projetados para sediar as corridas.

As corridas eram realizadas em arenas chamadas de Hipódromo.

Clístenes nos Jogos Olímpicos. Clístenes, tirano de Sicyon de 600 a 560 aC, ganhou os Jogos Olímpicos como piloto de bigas. (Foto de The Print Collector/Heritage Images via Getty Images)
Clístenes nos Jogos Olímpicos. Clístenes, tirano de Sicyon de 600 a 560 aC, ganhou os Jogos Olímpicos como piloto de bigas. (Foto de The Print Collector/Heritage Images via Getty Images)

O percurso da corrida era frequentemente de 3,5 km a 14 km, com número de bigas variável.

As corridas de bigas eram um esporte de alta velocidade, que muitas vezes resultava em grandes colisões e ferimentos fatais.

Toda a glória ia para o proprietário vencedor, o que significava que o Hipódromo era visto como um símbolo de riqueza e poder.

Pancrácio

Uma combinação de boxe e luta livre com muito poucas restrições, o Pancrácio era uma demonstração brutal de masculinidade nos tempos antigos.

Os lutadores não usavam bandagens nas demonstrações sangrentas de suas habilidades, e a única regra era "não morder ou arrancar pedaços".

O esporte se tornou extremamente popular e passou a fazer parte do folclore antigo devido às batalhas de gladiadores.

“Pancrácio” em uma ânfora. (Foto de ullstein bild / via Getty Images)
“Pancrácio” em uma ânfora. (Foto de ullstein bild / via Getty Images)

Jogos Olímpicos modernos

Croquet

Um dos esportes mais improváveis de fazer parte de um evento olímpico é o croquet.

No início dos Jogos modernos, muitos eventos esportivos eram escolhidos pelo país anfitrião.

Em 1900, os Jogos Olímpicos foram realizados em Paris e o croquet teve a sua emocionante introdução.

A França ganhou todas as medalhas, mas todos os 10 jogadores que se inscreveram eram franceses.

Croquet foi um esporte nas Olimpíadas de Paris em 1900. (Foto de David Rogers / Getty Images)
Croquet foi um esporte nas Olimpíadas de Paris em 1900. (Foto de David Rogers / Getty Images)

Três mulheres participaram do evento, o que era inédito desde os Jogos antigos.

No entanto, o esporte não era popular entre os espectadores e apenas um único inglês viajou de Nice para assistir.

O esporte apareceu em 1904 sob o nome americano de “Roque”, mas não chegou a outros Jogos Olímpicos.

Cabo de guerra

Treinamento de Cabo de guerra em Plymouth, na Inglaterra, em 1968.  (Foto de Keystone-France / Gamma-Keystone via Getty Images)
Treinamento de Cabo de guerra em Plymouth, na Inglaterra, em 1968. (Foto de Keystone-France / Gamma-Keystone via Getty Images)

Nos segundos Jogos Olímpicos modernos de 1900, o cabo de guerra reapareceu.

Como parte dos Jogos antigos, o cabo de guerra foi um esporte nos Jogos Olímpicos até 1920.

O esporte consistia em duas equipes de oito pessoas e o objetivo era puxar os oponentes além de uma linha — normalmente a dois metros de distância — com uma corda.

Embora não seja mais um esporte olímpico, a atividade continua popular em todo o mundo.

 Competidores treinam como parte das comemorações do 50º aniversário dos Jogos Olímpicos de Estocolmo, quando equipes policiais representaram os dois países no evento de cabo de guerra. (Foto de S&G/PA Images via Getty Images)
Competidores treinam como parte das comemorações do 50º aniversário dos Jogos Olímpicos de Estocolmo, quando equipes policiais representaram os dois países no evento de cabo de guerra. (Foto de S&G/PA Images via Getty Images)

Motonáutica

Também conhecido como “power boating”, o esporte olímpico incomum consistia em três eventos de corrida de lancha.

A motonáutica ocorreu no Reino Unido nos Jogos Olímpicos de 1908 nas águas de Southampton.

Mas o evento não saiu como planejado.

Dois barcos que competiam no primeiro dia abandonaram a prova na metade da primeira volta, enquanto o único competidor restante não terminou por causa do mau tempo.

No segundo dia, um barco encalhou e o único competidor restante continuou sem oposição até a linha de chegada para conquistar o ouro.

O evento não retornou aos Jogos.

Tiro ao pombo

Outro esporte muito incomum para os padrões de hoje é o tiro ao pombo.

Embora vários eventos de tiro ainda ocorram hoje em dia, em 1900, o objetivo era que os competidores abatessem o maior número possível de pombos.

O esporte foi descrito como “très aristocratique”, que significa “muito aristocrático”.

O esporte não se popularizou depois que cerca de 300 pássaros foram mortos no evento e o campo ficou coberto de sangue e penas.

Leon de Lunden, da Bélgica, venceu o evento depois de matar 21 das 300 aves, mas os Jogos Olímpicos não consideram essa medalha oficial.

Foi a única vez que um animal foi morto de propósito durante os Jogos.

Escalada de corda

O esporte de escalar uma corda vertical foi um evento popular de ginástica em 1896, 1904, 1906, 1924 e 1932.

A escalada de corda era uma demonstração de elite da força da parte superior do corpo.

Críquete

Um dos maiores esportes do mundo, e muitos não sabem que o críquete fez sua estreia em 1900.

Na única partida disputada nos Jogos Olímpicos, a Inglaterra derrotou os franceses (que era um time composto principalmente por ingleses) confortavelmente, depois de marcar 117 e 145 com 5, enquanto eliminava seus oponentes por 78 e 26.

A falta de nações que jogavam críquete na época, somada ao domínio do time inglês, fez com que o esporte não fosse incluído nos Jogos futuros.

O críquete, obviamente, se tornou um dos maiores esportes do mundo desde então.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos