Em jogo eletrizante, Real Madrid goleia Leganés e segue na liderança

O Real Madrid entrou em campo nesta quarta-feira precisando da vitória para manter a primeira colocação do Campeonato Espanhol. Mesmo com a pressão do Barcelona, que havia assumido a ponta momentaneamente, o técnico Zinedine Zidane optou por entrar em campo com um time com algumas mudanças. Em campo, uma partida eletrizante, que terminou com a vitória dos merengues por 4 a 2.

O Real rapidamente abriu 3 a 0 no placar, ainda no primeiro tempo, e caminhava com tranquilidade para a vitória. No entanto, o Leganés descontou com gols dos brasileiros Gabriel e Luciano, ex-Corinthians, e voltou para a partida. Já no segundo tempo, o zagueiro Mantovani disputou bola com Morata e acabou mandando contra o próprio patrimônio.

Com a vitória, o Real Madrid chegou a 71 pontos, dois a mais que o arquirrival Barcelona, que segue a sua caça. O clube merengue ainda possui uma partida a menos que os rivais. Na próxima rodada, o Real enfrenta o Atlético, em clássico da cidade de Madri.

O jogo – Os merengues mostram a força do estrelado elenco na partida desta quarta. Mesmo com algumas de suas principais estrelas poupadas, como Cristiano Ronaldo, Benzema e Modric, o Real conseguiu somar os preciosos três pontos.

A partida foi eletrizante desde seu início. Com apenas 23 minutos, o Real já estava com três gols de vantagem. Em um início arrasador, os galácticos abriram o placar com o colombiano James Rodríguez. O jovem Asensio roubou a bola no ataque, apostou na velocidade e cruzou na medida para o camisa 10 escorar para o fundo das redes.

O Real, muito bem em campo, apostava na velocidade do ataque para ampliar. Em apenas cinco minutos, Morata balançou as redes duas vezes. Primeiro, aproveitou cruzamento de Nacho Fernández. Na sequência, recebeu bola açucarada de Kovacic e bateu na saída do goleiro.

Quando parecia que o jogo já estava ganho, o Leganés foi apoiado por sua torcida e conseguiu dois gols – que saíram dos pés de dois brasileiros. A zaga merengue vacilou e deixou o brasileiro Gabriel livre na entrada da área. O jogador revelado pelo Resende, do Rio de Janeiro, só teve o trabalho de empurrar para o gol. Poucos minutos depois, foi a vez do atacante Luciano marcar. Emprestado pelo Corinthians, o jogador aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou firme, sem chances para o goleiro Keylor Navas.

O Real voltou do intervalo com o mesmo ritmo apresentado no início do duelo. Com apenas três minutos, os merengues marcaram o quarto gol da partida. James cruzou, o zagueiro Mantovani disputou bola com o centroavante Morata e acabou mandando contra o próprio patrimônio.

Com dois gols de vantagem no placar, o Real passou a administrar a posse de bola. Rodríguez e Kovacic se revesaram na armação do time, e trocavam passes no setor ofensivo, sem muito perigo. Nas poucas vezes que acelerou o jogo, o Real chegou com perigo, mas pecando nas finalizações.