Em jogo decisivo, Chapecoense visita o Nacional na Libertadores

A Chapecoense faz jogo importantíssimo contra o Nacional-URU, em partida válida pela quarta rodada do Grupo 7 da Copa Libertadores, nesta quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Gran Parque Central, no Uruguai. No primeiro turno, o Verdão do Oeste ficou no empate com o Tricolores por 1 a 1, na Arena Condá. O jogo fica ainda mais importante porque os comandados de Vágner Mancini estão entrando em uma maratona, disputando 11 partidas, entre Estadual, Libertadores e Recopa Sul-Americana, em um espaço de pouco mais de um mês.

O time catarinense só irá disputar mais um jogo em casa na fase de grupos e atualmente ocupa a terceira colocação com quatro pontos. Já o clube de Montevidéu tem a mesma pontuação e está na segunda colocação, superando a equipe brasileira no saldo de gols. Com esse cenário, este confronto é decisivo para o destino das equipes na competição. Os outros times do grupo são o Lanús, que lidera o grupo com seis pontos, e Zulia, que tem três pontos e é o último colocado. Argentinos e venezuelanos também se enfrentam na quinta-feira, no mesmo horário.

Apesar de saber da dificuldade de jogar contra o Nacional no Uruguai, o atacante Túlio de Melo ressaltou que o time da Chapecoense precisará fazer uma grande atuação para sair de Montevidéu com os três pontos na bagagem.

“Vamos para mais uma decisão na temporada. Será um jogo muito complicado, contra uma equipe difícil de ser batida em seu estádio. Temos que estar preparados. Precisamos fazer uma grande apresentação para sairmos de lá com um resultado positivo. Uma vitória vai nos ajudar muito na briga pela classificação”, declarou.

Sabendo da situação complicada da Chape, o centroavante destacou que o Furacão do Oeste não pode desistir. “Nós temos mais três partidas nesta primeira fase e queremos somar o maior número de pontos possível para garantirmos vaga na etapa seguinte da competição. Serão três finais de campeonato contra adversários de muita qualidade. Vamos acreditar até o fim na classificação”.

Pelo lado do Nacional, o capitão Diego Polenta planeja começar ganhando o jogo, mas prevê um confronto parecido com o primeiro jogo entre as duas equipes. “Na nossa casa vamos sair ganhando como é de costume. Eles têm uma equipe com jogadores muito bons individualmente. Temos que fazer uma marcação forte”, afirmou. “Será um jogo parecido com o primeiro em Chapecó. Eles são um rival direito para passar para a próxima fase”.

Martín Liguera teve uma visão parecida a se seu companheiro de equipe, mas acredita que a postura dos Tricolores tem que mudar para esta partida. “Eu não posso imaginar um confronto muito diferente do que foi no Brasil. Provavelmente vamos fazer uma marcação mais alta”.

Em termos de jogadores, Vágner Mancini tem o triunfo de não ter nenhum jogador com problemas musculares e a única dúvida é Apodi, que está retornando de lesão. Do lado dos uruguaios, o lateral Jorge Fucile irá voltar ao time titular.

FICHA TÉCNICA

NACIONAL-URU x CHAPECOENSE

Local: Estádio Gran Parque Central, em Montevidéu (URU)

Data: 27 de abril de 2017, quinta-feira

Horário: 19h30 (Brasília)

Árbitro: Eber Aquino (PAR)

Assistentes: Rodney Aquino (PAR) e DarioGaona (PAR)

NACIONAL: Esteban Conde; Jorge Fucile, Rafael García, Diego Polenta e Alfonso Espino; Álvaro González, Santiago Romero, Rodríguez ou Porras e Kevin Ramírez; Rodrigo Aguirre e Hugo Silveira

Técnico: Martín Lasarte

CHEPENCOENSE: Artur Moraes; Apodi ou Zeballos, Luiz Otávio, Nathan e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Antônio e João Pedro; Rossi, Wellington Paulista e Arthur

Técnico: Vágner Mancini