Jogo das Estrelas: esperança histórica de ajudar o Flamengo em contratações

O Maracanã receberá, neste domingo (28), a sua última partida de 2019. O já tradicional Jogo das Estrelas, evento beneficente organizado por Zico, chega em sua 16ª edição como um sucesso de público, além de ser uma oportunidade do torcedor do Flamengo homenagear o seu maior ídolo... e ficar na esperança por ver novidades em relação a reforços.

Isso porque, além de também contar com jogadores e ídolos de outros clubes, nos últimos anos o evento constantemente alimentou as esperanças dos rubro-negros, maioria absoluta no evento organizado pelo ídolo, em relação a reforços. Nesta edição 2019, três jogadores que estão no radar do Fla entrarão em campo.

Guga, Bruno Guimarães e Michael

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio
Michael Goias Serra Dourada Internacional Brasileirao
Michael Goias Serra Dourada Internacional Brasileirao
Michael é um dos jogadores que interessam ao Flamengo para 2020 (Foto: Divulgação/Site Goiás)

Guga, lateral-direito do Atlético-MG é um deles e inclusive chegou a ser temporariamente afastado pelo Galo depois que vazou um vídeo comemorando o título de Libertadores do Flamengo – que tem interesse no atleta.

Bruno Guimarães, do Athletico-PR, tem como sonho jogar na Europa. Entretanto também já falou sobre o interesse do Flamengo: “Não dá para fechar a porta para nenhum clube e o Flamengo hoje tem os melhores jogadores. É uma honra ser procurado pelo Flamengo, sabendo que eles ainda estão procurando melhorar. Mas hoje, minha ideia é sair do Athletico e ir para o futebol europeu”, disse o meio-campista.

Revelação do Brasileirão pelo Goiás, Michael desperta interesse do Palmeiras, Corinthians e também do Flamengo, que gostaria de comprar 80% de seus direitos.

Gabigol e outros exemplos

O último exemplo de êxito na “empurradinha” que o Jogo das Estrelas acaba gerando para fazer um atleta ao menos iniciar conversas com o Flamengo aconteceu em 2018: Gabigol acabava de ver o empréstimo junto ao Santos terminar e não sabia o que a Inter de Milão viria a fazer. O atacante, que chegou a ser vaiado pela torcida no amistoso, fez gol e reverenciou os rubro-negros. Meses depois, acabou assinando pela equipe carioca e o resto é história.

Mas Gabigol não foi o único que esteve envolvido nas emoções rubro-negras, inerentes ao jogo. Relembre, abaixo, alguns exemplos.

Renato Gaúcho – 2018

O treinador do Grêmio, que era sonho de consumo da torcida rubro-negra, disputou o amistoso pouco depois de garantir sua permanência em Porto Alegre e não foi poupado: recebeu vaias durante boa parte do encontro.

Marinho – 2016 e 2017

Depois de ter sido destaque pelo Vitória no Brasileirão, Marinho jogou ao lado de Neymar em 2016, foi “abraçado” pela torcida do Fla e depois as conversas para que fosse reforço do clube se intensificaram.

“É bom saber que tem clubes interessados. Mas eles têm que conversar com o Vitória, não é nem comigo”, disse à época. No final das contas, o jogador acabou recebendo uma oferta maior da China e rumou para a Ásia. Atualmente é jogador do Santos.

Em 2017, voltou a participar do jogo beneficente e seguiu falando com carinho sobre o Flamengo: “gostaria com certeza”, respondeu ao ser perguntado sobre a chance de jogar no Rubro-Negro.

Neymar - 2016

Neymar, em 2016, falou talvez pela primeira vez com mais força sobre a vontade de jogar futuramente no Flamengo: “Para mim seria uma grande honra jogar no Flamengo, no Maracanã, estar aqui todo dia. É um time que eu tenho, sim, vontade de jogar”, disse à época.

Vitinho - 2016

Vitinho estava no fim do empréstimo ao Inter (pertencia ao CSKA da Rússia) e também falou sobre a vontade de defender o Flamengo (sonho que realizaria dois anos depois) no jogo das Estrelas de 2016.

“Seria uma honra, ainda mais em se tratando do time do coração. Como ainda não tenho acertos com times do Brasil, a princípio estou voltando para a Rússia. Mas ainda há tempo de aparecer alguma coisa”, disse na época.

Arão “estreia” pelo Flamengo - 2015

Arão fez o “primeiro jogo pelo Flamengo” após a polêmica transferência do Botafogo e foi abraçado no campo e nas arquibancadas, como se fosse uma espécie de apresentação extra-oficial em dezembro de 2015.

“Escolhi vir para cá. Venho recebendo um carinho grande na rua, tem sido positivo, e espero retribuir em campo. Não tenho mágoa de ninguém, hoje eu sou Flamengo”, disse na ocasião.

Robinho - 2014

Nos vestiários do evento em 2014, Zico chegou a falar para Robinho jogar no Flamengo e meses depois a negociação entrou em curso. O atacante, contudo, acabou não fechando com o Rubro-Negro.

“Ele não me ouviu anos atrás. Estive com ele naquele jogo dos amigos do Messi e fiz o convite: 'Vamos para o Flamengo'. Na época, ele estava em dúvida sobre voltar ao futebol brasileiro, acabou ficando no Milan um tempo antes de, enfim, voltar ao Santos. Agora (no Jogo das Estrelas de 2014), ele teve contato com a torcida do Flamengo e lembrou daquele período. Eu falei: 'Quem sabe no futuro? Está em tempo'”, disse Zico ao SporTV.

Ídolo como jogador, ainda que as portas para outros clubes estejam sempre abertas para o evento, o amistoso de Zico acaba, de uma forma ou outra, sendo uma boa maneira de fazer jogadores cogitarem ainda mais a sério a possibilidade de defenderem o Flamengo.

Leia também