Jogo contra México será como final para Argentina, diz Lautaro Martínez

Lautaro Martínez durante entrevista coletiva em Doha

Por Fernando Kallas

AL RAYYAN, Catar (Reuters) - A Argentina quer deixar para trás sua surpreendente derrota por 2 x 1 na estreia da Copa do Mundo para a Arábia Saudita ao se preparar para o jogo do Grupo C contra o México no sábado, um jogo que eles agora sentem que precisam vencer.

Os argentinos também esperam recuperar seu status como um dos favoritos ao título do torneio contra o México, que vem enfrentando dificuldades para marcar gols.

"Será como uma final para nós, porque é uma partida que pode definir nosso destino nesta Copa do Mundo", disse o atacante Lautaro Martínez em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

"Foi um duro golpe para o nosso moral (perder para a Arábia Saudita), mas somos um grupo forte e muito unido."

"Precisamos nos manter calmos, nos recuperar e pensar no que está por vir. E o que está por vir é o México, então temos que nos concentrar em conseguir a vitória, não importa o que aconteça", disse.

Lautaro disse que a Argentina dominou a partida contra os sauditas e não mereceu perder, após ter três gols anulados pelo VAR por causa de impedimento.

Agora, eles enfrentarão uma seleção mexicana, que marca poucos gols e tem sido afetada por lesões. O México empatou em 0 x 0 na estreia contra a Polônia e só evitou a derrota porque o goleiro Guillermo Ochoa defendeu um pênalti cobrado por Robert Lewandowski.

"Estamos muito otimistas e acho que perdemos por causa de pequenos detalhes, devido a nossos próprios erros. Estudamos nosso próximo rival e acho que estamos prontos", disse Lautaro.

O treinador Lionel Scaloni disse que Lionel Messi está em forma e pronto para jogar, apesar dos relatos de uma possível lesão no tornozelo, e ele acredita que seu elenco tem o que é preciso para se recuperar da derrota na estreia.

"Quando você está nocauteado você tem que se levantar, e meus jogadores são mais do que capazes de fazer isso", disse Scaloni.

"Não vamos mudar a maneira como jogamos por causa da derrota para a Arábia Saudita. Posso fazer uma ou duas mudanças na seleção, mas não no nosso sistema, isso não está em questão", disse.

"Este grupo deixará tudo o que tem em campo para se recuperar daquele duro golpe."