Vasco recebe Racing e precisa vencer para seguir sonhando com vaga

EFE

Rio de Janeiro, 25 abr (EFE).- Depois de ser goleado na Argentina por 4 a 0, o Vasco recebe o Racing nesta quinta-feira, em São Januário, precisando da vitória para seguir sonhando com a classificação para as oitavas de final da Taça Libertadores.

Os comandados do técnico Zé Ricardo ocupam a lanterna do grupo E, com apenas um ponto conquistado, e não venceram nos três primeiros jogos do torneio. Por isso, um novo tropeço praticamente enterra as chances do clube de seguir na principal competição continental.

Por outro lado, o Racing é o líder da chave, com 7 pontos, e vem ao Rio de Janeiro buscando repetir a vitória da última quinta-feira no El Cilindro. Um novo triunfo sobre o Cruz-Maltino deixaria o clube argentino com a mão na vaga para a próxima fase.

Mais cedo, também nesta quinta-feira, o Cruzeiro, terceiro colocado do grupo, com dois pontos, recebe a Universidad de Chile, vice-líder, com cinco pontos. Os dois times entraram no gramado de São Januário já sabendo a situação dos adversários no grupo.

Consciente de que precisa de uma vitória, Zé Ricardo promoverá mudanças no time. Após as críticas por ter usado três volantes na visita ao Racing, o técnico montar uma equipe mais ofensiva. Andrés Ríos deve seguir no comando do ataque, no lugar de Riascos.

Quem pode ganhar uma vaga no time é Thiago Galhardo, que deu assistência para Ríos marcar o gol do empate contra a Chapecoense, fora de casa, por 1 a 1, pelo Campeonato Brasileiro. O jogador ainda não estreou na fase de grupos devido a uma punição sofrida pela expulsão contra o Jorge Wilstermann e depois por uma lesão.

"Ele entrou bem na equipe quando teve uma oportunidade e, por isso, tem tudo para nos ajudar contra o Racing. É um jogador importante", afirmou o técnico.

Outra mudança estudada por Zé Ricardo é a entrada de Werley no lugar de Erazo, incapaz de marcar o atacante Lautaro Martínez, o melhor jogador do Racing, no primeiro duelo entre as equipes.

O técnico também antecipou que a estratégia do Vasco será ter paciência para sair para o ataque no momento certo, contra um Racing que não tem nada a perder e pode se contentar com um empate.

A equipe argentina desembarcou na noite de ontem no Rio de Janeiro com o elenco completo e confiante de conquistar a vitória.

O técnico do Racing, Eduardo Coudet, terá o retorno de Diego González, que cumpriu suspensão, e Neri Cardozo, recuperado de lesão. Ambos são titulares e não jogaram contra o Vasco.

A confiança em alta também é um dos trunfos do Racing. Além da goleada sobre o próprio Vasco, a equipe chega ao Rio de Janeiro após bater o Rosario Central no Campeonato Argentino.


Prováveis escalações:

Vasco (BRA): Martín Silva; Pikachu, Paulão, Erazo (Werley) e Henrique; Desábato, Martins, Evander, Wagner e Thiago Galhardo (Riascos); Andrés Ríos. Técnico: Zé Ricardo.

Racing (ARG): Musso; Saravia, Sigali, Donatti e Alexis Soto; Domínguez, Cardozo, González e Centurión; López e Martínez. Técnico: Eduardo Coudet.

Árbitro: Diego Haro (Peru), auxiliado pelos compatriotas Raúl López Cruz e Jesús Sánchez.

Estádio: São Januario, no Rio de Janeiro (Brasil). EFE


Leia também