"Jogar sem público é mais triste que dançar com a irmã", diz Luis Enrique

AFP
Luis Enrique em coletiva de imprensa após retomar comando da seleção espanhola
Luis Enrique em coletiva de imprensa após retomar comando da seleção espanhola

O técnico da Espanha, Luis Enrique Martínez, comparou disputar jogos sem público a "dançar com a própria irmã", mas acredita que a volta do futebol pode ajudar as pessoas a superarem a situação criada pela pandemia do coronavírus.

"É mais triste que dançar com a própria irmã, a verdade é que é muito ruim. Eu assisti recentemente o futebol alemão... É lamentável", afirmou Luis Enrique na noite de quarta-feira (20) em conversa informal no canal do Youtube "Colgados del aro".

"É possível ouvir as vozes, até os insultos... É verdade que se perde a intimidade dos bons momentos, mas é preciso entender que isto é um 'business' a nível mundial e que gera muito dinheiro", analisou Luis Enrique.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"Mas, embora não seja como o futebol ou o esporte com público, é possível que ajude muitas pessoas a superar e passar de uma maneira melhor por este confinamento", opinou o técnico da Espanha.

"Voltar a assistir jogos de futebol, ou de qualquer outro esporte, como torcedor, apesar de não ter publico, é interessante", completou.

"Eu gostaria de começar assim que fosse seguro, não tenho medo, a verdade e que só passei por um momento nesta pandemia em que sofri um pouco, que foi por meus pais, meus sogros, as pessoas idosas que gosto e principalmente por todas as pessoas que podem sofrer", revelou Luis Enrique ao ser questionado se, como jogador, gostaria de voltar o mais rápido possível aos campos.

"A nível pessoal eu tenho zero medo, zero temor de sair à rua quando pudermos sair", insistiu.

"Como técnico, eu gostaria de começar pelo que isto significa, não pela vontade que possa ter, eu poderia ficar confinado por quanto tempo fosse necessário", garantiu Luis Enrique, que não se pronunciou sobre os jogos que a Espanha jogaria em setembro.

"Na teoria, a seleção tem jogos em setembro sempre e, quando a normalidade for restabelecida, veremos, acho que agora o que importa são outras coisas", concluiu.

A Espanha tem previsto disputar jogos contra a Alemanha, em 3 de setembro, e Ucrânia, em 6 de setembro, pela Liga das Nações.

Leia também