Jogadores ucranianos se desentendem por conta da invasão russa

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Anatoliy Tymoshchuk e Andriy Yarmolenko foram companheiros na seleção ucraniana. Foto: Patrik Stollarz/AFP via Getty Images
Anatoliy Tymoshchuk e Andriy Yarmolenko foram companheiros na seleção ucraniana. Foto: Patrik Stollarz/AFP via Getty Images

O jogador de futebol ucraniano Andriy Yarmolenko revelou que cortou os laços com seu ex-companheiro de seleção Anatoliy Tymoshchuk pela recusa deste último em condenar a invasão da Ucrânia pela Rússia.

Tymoshchuk é o jogador que mais atuou pela Ucrânia em todos os tempos e atualmente ocupa o cargo de assistente técnico do time russo Zenit São Petersburgo. Ele foi amplamente condenado por não se manifestar contra a guerra em seu país.

Leia também:

No mês passado, a Associação Ucraniana de Futebol (UAF) cassou a licença do treinador ucraniano de 43 por causa de seu silêncio e por não impedir "sua cooperação com o clube do agressor".

Yarmolenko teve um relacionamento próximo com Tymoshchuk enquanto jogava ao lado dele pela Ucrânia entre 2009 e 2016. Mas na segunda-feira, a estrela do West Ham United revelou que havia terminado sua amizade com o ex-meio-campista.

"Perguntei a ele: 'Como você dorme à noite?'" Yarmolenko disse a Zorya Londonsk. "Ele respondeu: 'Eu não durmo.'

"Então ele me ligou. Eu disse a ele: 'Você costumava ser um modelo para mim, agora você não é nada.' Então ele me disse para me f... e eu disse a ele o mesmo e pronto."

Outros jogadores como o meio-campista da Atalanta, Ruslan Malinovskyi, disse no mês passado que o silêncio de Tymoshchuk significa que suas conquistas pela Ucrânia não são mais válidas.

"Eu não sei sobre Tymoshchuk, você precisa perguntar a ele", twittou, de acordo com o Sportsmail. "Difícil comentar, mas é estranho [por que ele não fez isso]. Acho que não está certo. É 100 por cento verdade que ele não é mais (ou será) uma lenda do futebol ucraniano. Suas conquistas anteriores foram esquecidas".

O ex-jogador da seleção ucraniana Evgeniy Levchenko também twittou diretamente para Tymoshchuk no início de março, perguntando por que ele ainda estava trabalhando para o Zenit.

"Você é da Ucrânia. Como você pode ficar em silêncio e continuar trabalhando lá?" Levchenko escreveu. "Jogamos juntos pelo mesmo time, vestimos essa camisa com orgulho, cantamos o hino, ganhamos e perdemos. Você está calado agora? Tolik, como você vai viver com isso?", questionou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos