Jogadores do Santos agitam o mercado, mas clube joga duro nas negociações

Felipe Jonatan vai trabalhar com o grupo a partir desta terça-feira (Foto: Ivan Storti/Santos)


O Santos vem sendo um dos grandes protagonistas na janela de transferências. O clube recebeu nos últimos dias diversas consultas por seus atletas, mas não facilita e joga duro nas negociações. Os jogadores mais cobiçados são o goleiro John, o lateral-esquerdo Felipe Jonatan e o atacante Lucas Braga.

Internamente, o Peixe não considera nenhum jogador inegociável, mas não pretende facilitar as conversas. Vale destacar que, recentemente, a diretoria liderada pelo presidente Andrés Rueda foi criticada por parte da torcida por "vender por pouco" alguns jogadores.

John - Goleiro

Desde a janela do meio da temporada de 2022 o goleiro é o nome mais cotado para deixar o clube . Ciente que dificilmente desbancará o amigo João Paulo da meta santista, o atleta pretende ter a primeira oportunidade na carreira como um goleiro "número 1" em outra agremiação.

O grande problema é que o Peixe não recebeu o esperado. Em entrevista recente ao LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE, o presidente Andrés Rueda revelou que há um acordo com John para caso uma proposta agrade o Peixe, o atleta será liberado. O Alvinegro não abre mão de R$ 8 milhões, o que não foi oferecido pelo São Paulo, principal interessado no arqueiro.

“Tem uma coisa que não está relacionado a venda de jogador, mas eu tenho um acordo verbal com o John de que, aparecendo uma proposta, boa para o Santos e para ele, abriríamos mão. Eu o entendo, ele tem 26 anos, quer jogar, ele é dedicado, cria da nossa base. Acho justo ele querer crescer na carreira. Esse acordo foi feito há três, quatro meses, quando externou a vontade de querer jogar. Agora, é uma proposta que seja interessante para o Santos e ele”, disse o cartola.

O clube do Morumbi chegou a cogitar envolver atletas na negociação, mas as conversas não evoluíram. Há um pessimismo da parte são-paulina que já passou a avaliar outros nomes no mercado.

Felipe Jonatan - Lateral-esquerdo

Marcelo Paz, presidente do Fortaleza, deixou claro em entrevistas recentes que Felipe interessa ao clube. No Peixe, o camisa 3 viveu um turbilhão de emoções na temporada. O jogador começou a temporada como titular, mas acabou perdendo a vaga. Com o tempo, porém, reconquistou seu espaço e hoje é um dos nomes mais procurados no mercado de transferências.

Paz comentou que nos últimos dias chegou a conversar com pessoas ligadas ao Santos e foi cogitado uma troca entre jogadores. O Fortaleza, porém, recusou, pois os atletas que o Peixe pediu eram ‘importantes’ para o time do Nordeste. Assim, a negociação estacionou.

“Felipe Jonatan, como eu falei, temos interesse. Não fizemos proposta. Eu conversei com uma pessoa do Santos, falei da importância, do desejo nosso. Ele perguntou se poderia acontecer alguma troca, mas não houve consenso de troca. Os jogadores que eles queriam nossos, não vou dizer quem são, mas são importantes. Eu não vou dizer que esfriou (a negociação), mas parou. Temos interesse, falo abertamente de forma respeitosa. Se tiver entendimento junto com o Santos, pode vestir a camisa do Fortaleza”, disse o cartola do clube nordestino no programa Trem Bala, da TV Ceará.

Outro clube que busca uma opção no mercado é o São Paulo. Após a saída de Reinaldo, em término de contrato, o Tricolor demonstrou interesse em ambos laterais santistas: Felipe Jonatan e Lucas Pires. O Peixe não se animou com a possibilidade de negociar o camisa 44, como foi inicialmente publicado pelo Uol.

Lucas Braga - Atacante

O camisa 30 do Santos voltou a ser procurado pelo futebol do exterior. O V-Varen Nagasaki, time do Japão comandado pelo técnico Fábio Carille, sondou as condições de contrato do jogador. Os valores, à princípio, foram considerados altos pela equipe japonesa.

O Peixe não considerada Braga um jogador "inegociável", mas não pretende se desfazer por pouca coisa. O novo treinador, Odair Hellmann, quer contar com Lucas no elenco. O Santos pede entre US$ 5 e 6 milhões de dólares por 80% do jogador (cerca R$ 30 milhões de reais). O time japonês ficou de analisar.

Essa é a segunda janela em que Lucas Braga vem sendo assediado. Além de um clube do Egito e do Japão, o Internacional procurou o jogador e chegou a fazer propostas. O Peixe recusou. Além dos valores não agradarem, reforçar um rival no Brasileirão não agrada a cúpula santista.