Jogadores que demonstraram apoio à George Floyd não serão punidos


Jadon Sancho foi um dos que mostrou solidariedade à George Floyd, jovem negro que foi morto por um policial. A Federação Alemã de Futebol (DFB) informou que os jogadores não serão penalizados.

Achraf Hakimi, Marcus Thuram, do Borussia Mönchengladbach, Weston McKennie, do Schalke, e Anthony Modeste, do Colonia, também fizeram gestos de solidariedade. O envio de mensagem política é contrário aos regulamentos da Bundesliga, mas desde o primeiro momento o presidente da DFB, Fritz Keller, expressou sua compreensão pelos gestos.

Depois que a FIFA pediu bom senso ao avaliar protestos contra o racismo, os órgãos competentes da DFB optaram por dispensar qualquer tipo de sanção.

A comissão responsável considerou que as ações eram mensagens contra o racismo, com as quais os jogadores defendiam expressamente os valores da DFB e, por isso, não abririam nenhum procedimento agora ou em casos semelhantes.

“O DFB é contra o racismo, a discriminação e a violência e defende a tolerância e a diversidade. Portanto, as ações dos jogadores têm nossa compreensão e respeito", disse Keller.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também