Jogadores do Paris Saint-Germain não aceitam redução de salários


Com a disseminação do novo coronavírus, muitos clubes estão enfrentando dificuldades para arcar com os compromissos. Ao redor do mundo, algumas equipes já chegaram a acordo com atletas para a redução de salário, mas parece que no PSG a situação está longe de um desfecho.

De acordo com informações do jornal "L'Équipe", jogadores do clube parisiense estão se recusando a reduzir seus vencimentos durante a crise. Segundo informações, o diretor Leonardo é o responsável pela negociação com Thiago Silva e Marquinhos, que são considerados capitães da equipe.

Ainda de acordo com a publicação, o presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi, tentará um acordo a partir da próxima semana. O mandatário espera um gesto da equipe para tentar equilibrar as contas até o final da temporada.




Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também