Jogadores de Manchester United e Middlesbrough brigam no vestiário

Partida entre Manchester United e Middlesbrough, em Middlesbrough, em 19 de março de 2017

O técnico do Middlesbrough, Steven Agnew, declarou que depois da derrota do time para o Manchester United, neste domingo, os jogadores de ambas equipes se enfrentaram no túnel do para os vestiários.

O capitão dos anfitriões Ben Gibson e o meia do United Ashley Young foram separados pelos companheiros e pelos seguranças do estádio.

"Fiquei sabendo que algo aconteceu no túnel. Havia muita gente ali e era difícil ver com todos empurrando. Quem foi que provocou? Tenho um grupo de jogadores muito educados e posso garantir que não foi um dos nossos", falou o treinador, que até a semana passara era o auxiliar do espanhol Aitor Karanka, demitido.

O técnico dos Diabos Vermelhos, José Mourinho, se recusou a comentar o incidente. Durante a última semana, depois da saída de Karanka - auxiliar do português no Real Madrid - Mourinho comentou que sabia "os nomes" dos jogadores responsáveis por sua demissão.

"É uma forma de fazer justiça por Karanka?", perguntou um jornalista após a vitória.

"Acho que a justiça por Karanka é o trabalho que ele fez aqui, as pessoas não podem apagar isso. Assumiu o time na League One e subiu para a Premier League", falou Mourinho.

"Sei o que estou dizendo. Ele pôde sair para ir a um clube maior, mas preferiu ficar para finalizar o trabalho", acrescentou o português.