Jogadores de futebol reagem com bom humor à pane do Facebook

·1 minuto de leitura
Atacante Richarlison, do Everton

(Reuters) - Lucas Moura, do Tottenham Hotspur, brincou que a pane de seis horas das redes sociais na segunda-feira finalmente lhe deu a chance de se conectar com a esposa, e Richarlison, do Everton, viu uma nova oportunidade para os pombos-correios, em dois casos de jogadores de futebol que viram o lado engraçado da falha técnica.

O Facebook culpou uma "mudança de configuração defeituosa" pela interrupção, que impediu os 3,5 bilhões de usuários da empresa de acessarem sua plataforma e serviços de mensagem como WhatsApp, Instagram e Messenger.

Os jogadores de futebol têm capitalizado cada vez mais o alcance das redes sociais para interagir com os torcedores e construir suas marcas, por isso a pane deixou muitos deles perdidos.

Postando no Twitter, que não foi afetado, Moura disse: "Com a queda de WhatsApp e Instagram, consegui conversar um pouco com a minha esposa. Muito gente boa ela".

Richarlison, que tem mais de 660 mil seguidores no Twitter, publicou imagens de pombos-correios com a legenda: "Agora vocês querem meu serviços, né?", brincou o jogador, que tem o apelido de "pombo".

Já Antonio Rudiger, do Chelsea, tuitou um vídeo curto de si mesmo comemorando com a legenda: "Quando você percebe que seus SMS gratuitos finalmente voltam a fazer sentido".

Quando o serviço foi restabelecido, Connor Wickham, atacante do Preston North End, ficou animado.

"Vibrando, meu WhatsApp voltou", disse ele aos seus mais de 108 mil seguidores no Twitter.

(Por Shrivathsa Sridhar, em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos