Jogadores do Fla fazem campanha por prêmio de 'Rei da América'

Arrascaeta, Gabigol e Bruno Henrique disputam prêmio com Everton Cebolinha (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
Arrascaeta, Gabigol e Bruno Henrique disputam prêmio com Everton Cebolinha (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)


Campeões da Libertadores pelo Flamengo, o trio Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol disputa o prêmio de 'Rei da América', premiação do jornal uruguaio 'El País'. Os jogadores do Rubro-Negro disputam votos com o atacante Éverton, do Grêmio, e estão focados em levar mais um troféu para casa. Através das redes sociais, os atletas têm feito campanha por votos.

O Rei da América é uma premiação que homenageia os melhores jogadores do continente desde 1986. Cerca de 300 jornalistas especializados participam da votação, além do voto popular, que é desvinculada do prêmio principal. O atual vencedor é o argentino Pity Martínez, ex-River Plate e atualmente no Atlanta United, da MLS (Major League Soccer).

Sete brasileiros já conquistaram o prêmio, mas somente Neymar (em 2011 e 2012) conquistou duas vezes. O primeiro brasileiro que levou o prêmio foi Bebeto, em 1989. Além deles, venceram também Raí (1992), Cafu (1994), Romário (2000), Ronaldinho (2013) e Luan (2017).

Confira os vencedores do Rei da América:

2018 - Pity Martínez (Argentina)
2017 - Luan (Grêmio)
2016 - Borja (Colômbia)
2015 - Carlos Sánchez (Uruguai)
2014 - Teo Gutiérrez (Colômbia)
2013 - Ronaldinho (Brasil)
2012- Neymar (Brasil)
2011- Neymar (Brasil)


2010 - D’Alessandro (Argentina)
2009 - Verón (Argentina)
2008 - Verón (Argentina)
2007 - Cabañas (Paraguai)
2006 - Matías Fernández (Chile)
2005 - Tévez (Argentina)
2004 - Tévez (Argentina)
2003 - Tévez (Argentina)
2002 - Cardozo (Paraguai)
2001 - Riquelme (Argentina)
2000 - Romário (Brasil)
1999 - Saviola (Argentina)
1998 - Palermo (Argentina)
1997 - Salas (Chile)
1996 - Chilavert (Paraguai)
1995 - Francescoli (Uruguai)
1994 - Cafu (Brasil)
1993 - Valderrama (Colômbia)
1992 - Raí (Brasil)
1991- Ruggeri (Argentina)
1990 - Raúl Vicente Amarilla (Paraguai)
1989 - Bebeto (Brasil)
1988 - Ruben Paz (Uruguai)
1987- Valderrama (Colômbia)
1986 - Alzamendi (Argentina)
































Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também