Jogadores destacam luta e entrega do Flamengo na conquista da Libertadores

AFP
Jogadores do Flamengo erguem a taça de campeão da Libertadores, 23 de novembro de 2019 em Lima
Jogadores do Flamengo erguem a taça de campeão da Libertadores, 23 de novembro de 2019 em Lima

Os jogadores do Flamengo ressaltaram o espírito guerreiro da equipe na final da Copa Libertadores neste sábado em Lima contra o River Plate, com uma virada histórica nos minutos finais para vencer por 2 a 1.

"Essa nação merece, tudo o que a gente fez foi lutar até o final", explicou Everton Ribeiro em entrevista após o fim do jogo, disputado no estádio Monumental da capital peruana.

"Imaginava ser campeão mas foi melhor, foi a cara do Flamengo, até o final acreditando, valeu todo o esforço que a gente fez para chegar até aqui", destacou o meia, um dos destaques da equipe.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O atacante Bruno Henrique afirmou que "é a cara do Flamengo, povão. Mas o mais importante é a vitoria".

"A gente adotou uma frase, todos vamos lembrar: até o fim. Então a gente não desacreditou nunca, porque o jogo só acaba quando o juiz apita no centro do campo. A gente acreditou, lutou até o minuto final, e a gente não poderia sair sem ser campeão. A equipe merece demais", acrescentou.

Diego, que sofreu uma grave lesão nas oitavas de final contra o Emelec que o deixou vários meses afastado, destacou a confiança da equipe ao virar a partida, após sofrer o gol do River no primeiro tempo.

"Acreditamos muito, no intervalo conversamos, e tudo que aconteceu foi normal dentro do jogo. Apertar o River Plate no final, saímos perdendo mas mantivemos aquilo que nós fizemos até aqui, que é jogar, buscar o gol e conseguimos".

Leia também