Jogadores do City Walker e Sterling sofrem com mensagens racistas após derrota em final

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Reuters) - Os jogadores Raheem Sterling e Kyle Walker, do Manchester City, sofreram com mensagens racistas no Instagram após a derrota do time por 1 a 0 para o Chelsea na final da Liga dos Campeões no sábado, e a empresa de mídia social removeu as contas dos usuários agressores.

A Sky Sports relatou que os dois receberam uma série de emojis de macaco em seus perfis do Instagram após o jogo.

Sterling também havia sido alvo após a vitória do City na semifinal sobre o Paris St Germain.

"O abuso racista sofrido por esses jogadores na noite passada é abominável e não queremos isso no Instagram", disse um representante do Facebook, dono do Instagram, em um comunicado neste domingo.

"Removemos rapidamente uma série de comentários e contas por quebrarem nossas regras e continuaremos revisando e tomando medidas contra aqueles que violam nossas políticas."

"Nada resolverá esse desafio da noite para o dia, mas estamos empenhados em fazer o que pudermos para manter nossa comunidade protegida de abusos", acrescentou.

Vários jogadores de clubes da Premier League foram alvos de ataques semelhantes nos últimos meses, incluindo Anthony Martial, do Manchester United, Trent-Alexander Arnold e Sadio Mané, do Liverpool, e Reece James, do Chelsea.

O atacante do Manchester United, Marcus Rashford, disse que foi submetido a "pelo menos 70 calúnias raciais" nas redes sociais após a derrota na última quarta-feira para o Villarreal na final da Liga Europa.

Em fevereiro, órgãos do futebol inglês enviaram uma carta aberta ao Facebook e Twitter na qual exigiam atitudes mais enérgicas para derrubar publicações ofensivas, bem como melhorar o processo de verificação dos usuários.

O Instagram anunciou providências e o Twitter tomou medidas em mais de 700 casos de abusos relacionados a futebol no Reino Unido em 2019.

(Reportagem de Shrivathsa Sridhar em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos