Jogadoras são multadas por uso de short 'impróprio' em competição europeia

·1 minuto de leitura


Polêmica no Campeonato Europeu de handebol de areia feminino, disputado na Bulgária. A Seleção Norueguesa foi multada pela organização do torneio pelo uso de 'roupas impróprias'. Segundo a organização, as mulheres infringiram o regulamento da competição ao utilizaram shorts ao invés de biquínis, vestimenta obrigatória no campeonato. Cada atleta recebeu multa avaliada em 150 euros, o equivalente a R$ 926 na cotação atual.
+ Confira todos os resultados da Libertadores

A Federação Norueguesa de Handebol de Areia arcará com os custos. De acordo com as jogadoras, o uso de biquínis é “degradante e impraticável”. A entidade da Noruega na modalidade já havia feito o requerimento para autorização do uso de shorts, contudo, não foi acatada pela organização do torneio europeu.

- É claro que estávamos preparados para pagar qualquer multa. Estamos todos no mesmo barco - afirmou Kare Geir Lio, presidente da Federação Norueguesa de Handebol de Areia, em entrevista à AFP.

- O mais importante é ter vestimentas com os quais as jogadoras se sintam confortáveis. Deve ser uma escolha livre dentro das regras padronizadas - completou.

A Seleção da Noruega seguiu as diretrizes da competição durante todo o torneio. A equipe feminina somente utilizou os shorts na última partida do torneio, na disputa da medalha de bronze contra a Espanha, vencida pelas espanholas por 2 a 0.

- A Federação Norueguesa de Handebol de Areia está empenhada em levar esta questão adiante, no interesse de todas as federações - concluiu um porta-voz da federação à AFP.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos