Jogadora do PSG é presa por armar agressão contra companheira de time

·1 min de leitura


Aminata DIallo, meia do Paris Saint-Germain, foi presa nesta quarta-feira por suspeita de arquitetar o ataque contra a companheira de clube Kheira Hamraoui na última quinta-feira, segundo o "L'Équipe" A veterana sofreu foi golpeada por bandidos com barras de ferro e a Polícia Regional de Versalles investiga o caso.

Após passar uma noite em um restaurante da capital francesa com outras colegas do PSG, Hamraoui foi assaltada por dois homens encapuzados e teve que ser encaminhada com urgência para um hospital. A atleta teve que colocar pontos nas pernas e nas mãos por conta das agressões.

Por conta das lesões sofridas na última semana, Hamraoui não pôde participar do confronto contra o Real Madrid pela Champions League na última terça-feira. Em contrapartida, Diallo conseguiu um lugar no 11 titular, embora tenha sido substituída durante a vitória da equipe francesa por 4 a 0.

O diário francês levanta suspeitas de que Diallo teria armado o ataque contra a meia de 31 anos por conta da disputa por posição tanto no PSG quanto na seleção francesa. O clube publicou uma nota afirmando que condena a violência cometida contra sua jogadora e que irá contribuir com as investigações.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos