Roma vence, mas Lazio segura vantagem e vai à final da Copa da Itália

Roma, 4 abr (EFE).- A Lazio se tornou nesta terça-feira a primeira finalista da Copa da Itália mesmo perdendo o clássico contra a Roma por 3 a 2 no Estádio Olímpico da capital, já que na partida de ida, em 1º de março, havia obtido uma vitória por 2 a 0.

O time 'biancoceleste' esteve à frente no placar duas vezes, mas sofreu a virada e teve de resistir à pressão do rival até o apito final para se garantir na decisão, que acontecerá no dia 2 de junho, no mesmo palco do duelo de hoje. O adversário será o Napoli ou a Juventus, que medirão forças nesta quarta no San Paolo.

Será uma oportunidade para o time do técnico Simone Inzaghi quebrar um jejum de quatro anos sem títulos. A última vez que a Lazio deu uma volta olímpica foi em 2013, justamente na Copa da Itália, com direito a uma vitória justamente sobre a Roma na decisão.

O clássico teve a participação de seis brasileiros. Inzaghi escalou o zagueiro Wallace e o meia Felipe Anderson. Já Luciano Spalletti mandou a campo o goleiro Alisson, o lateral-esquerdo Emerson e o zagueiro Juan Jesus, que foi substituído pelo lateral-direito Bruno Peres no intervalo.

A Roma atacou mais durante boa parte da primeira etapa, mas, nervosa, cometeu muitos erros e acabou saindo atrás no placar. Immobile finalizou, Alisson deu rebote e Milinkovic-Savic fez 1 a 0. Seis minutos depois, aconteceu o empate, em gol de El Shaarawy após cobrança de escanteio.

Em grande fase, Immobile desempatou na volta do intervalo, aos 11 minutos, ao tocar na saída de Alisson. Foi a Lazio então quem perdeu oportunidades para ampliar, e acabou sofrendo nova igualdade, aos 21, com Salah. El Shaarawy acertou a trave, e o egípcio marcou na sobra.

Spalletti então colocou os 'Giallorossi' para frente, inclusive mandando Totti a campo, mas o time marcou apenas mais um gol, aos 45 novamente com Salah, o que não foi suficiente para evitar a eliminação. EFE