Jogador que usou braçadeira LGBT fecha conta do Facebook por causa de ameaças

Yahoo Esportes
Georgiano usou a braçadeira pela ‘liberdade de expressão’ (Foto: Divulgação)
Georgiano usou a braçadeira pela ‘liberdade de expressão’ (Foto: Divulgação)

O jogador de futebol georgiano Guram Kashia, que receberá da UEFA o prêmio Qual Game, por seu apoio aos homossexuais, teve que fechar sua conta no Facebook por causa dos ataques e ameaças que vinha sofrendo na rede social por pessoas de seu próprio país.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

“Tive que encerrar minha conta. Não me arrependo de nada e sou uma pessoa orgulhosa”, falou à imprensa local. Guram adiantou que seguirá atuando pela seleção – já disputou 61 jogos com a Geórgia. Kashia está no futebol dos EUA atualmente.

Leia mais:

– Diego Alves exalta atuação do Fla contra o Cruzeiro 

– Especialistas comentam sobre expectativa de brasileiros na Europa 

– CR7 vai marcar toneladas de gols pela Juve, diz Camoranesi

O Ministério do Interior disse que vai abrir uma investigação a respeito dos ataques virtuais. Um dos autores é membro de um grupo ultranacionalista local e inimigo declarado de minorias sexuais.

Kashia irá receber o prêmio da UEFA depois que decidiu usar a braçadeira de capitão do Vitesse (clube holandês que defendia na temporada passada) com as cores do movimento LGBT como forma de apoio à liberdade de expressão. Após o ato, que aconteceu em partida contra o Heracles Almelo, o jogador recebeu apoio dos companheiros de seleção e da federação de seu país.

 

Leia também