Jogador do Peñarol critica Felipe Melo, mas reconhece: “é injustificável o que fizemos”

Volante do Palmeiras é punido com três partidas de suspensão por conta da briga contra o Peñarol. Nahitán Nández, Matías Mier e Lucas Hernández também

A briga generalizada entre jogadores de Palmeiras e Peñarol foi um dos assuntos mais comentados, em todo o continente, desde a noite da última quarta-feira (26).

O paraguaio Iván Villallba, do Peñarol, falou sobre o acontecido em entrevista para meios de comunicação de seu país e garantiu: Felipe Melo estava provocando os jogadores da equipe uruguaia desde o início da peleja.

“Felipe Melo já havia começado a provocar desde antes da partida, depois os meus companheiros não aguentaram”, explicou para a AM780. O zagueiro também ressaltou que as animosidades foram alimentadas desde o encontro anterior, em São Paulo: “No Brasil, o Palmeiras tornou a nossa vida impossível”.

Além de se explicar, Villalba também fez um mea-culpa sobre o incidente ocorrido em Montevidéu: “Apesar da provocação, é injustificável o que fizemos”.