Jogador holandês está desaparecido e procurado pela família

Mark van den Boogaart, 37 anos, está desaparecido desde o último dia 6 de janeiro

Mark van den Boogaart dá carrinho em jogo do Rijnsburgse Boys contra o PSV Eindhoven. Foto: VI Images via Getty Images
Mark van den Boogaart dá carrinho em jogo do Rijnsburgse Boys contra o PSV Eindhoven. Foto: VI Images via Getty Images

O jogador holandês Mark van den Boogaart, 37 anos, está desaparecido desde o último dia 6 de janeiro. Ele está sendo procurado pela família, que fez um comunicado sobre o desaparecimento e pediu ajuda para encontra-lo.

"Mark está desaparecido desde sexta-feira, 6 de janeiro. Ele pode estar na Espanha. Estamos preocupados com seu bem-estar e sentimos muito a falta dele. Se você viu Mark ou se tem alguma informação que possa nos ajudar a encontrá-lo, entre em contato com a Polícia", diz a publicação com uma foto atual.

Leia também:

O meio-campista que teve passagens por clubes holandeses e espanhóis como NEC e Real Múrcia.

Iñaki Bea, ex-companheiro de equipe de Van den Boogaart e atual técnico do Numancia, pediu publicamente aos microfones da Rádio MARCA a colaboração dos cidadãos para tentar localizá-lo. "Temos um relacionamento próximo com a família dele. Mark saiu de casa e o perdeu de vista. Ele sofre de depressão e está desaparecido desde sexta-feira, dia 6."

Outro clube que se manifestou foi o Rijnsburgse Boys pede às pessoas que fiquem de olho em Mark van den Boogaart, antigo capitão da equipe principal do clube.

O conselho do Rijnsburgse Boys foi informado sobre o desaparecimento na noite de segunda-feira (16), disse o secretário Jacco Heemskerk.

“Dos círculos imediatos ao seu redor veio o pedido para compartilhar a mensagem tanto quanto possível através da mídia social. Nós fizemos”, informou o clube.

Mark van den Boogaart jogou pelo Rijnsburgse Boys de 2012 a 2015 e também era capitão na época. Nascido em Roterdã passou por toda a academia de juniores do Feyenoord antes de iniciar sua carreira no futebol profissional. Seu último clube foi o modesto Barendrecht.