Jogador há mais tempo no clube, Samir inicia sua sexta temporada na Udinese

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O brasileiro Samir e o argentino Rodrigo de Paul chegaram juntos à Udinese, em 2016. O atacante deixou o clube recentemente, contratado pelo Atlético de Madrid. Assim, o zagueiro, cria do Flamengo, entra na sua sexta temporada na Itália como o jogador do elenco que há mais tempo veste a camisa bianconera. Fato que, ao mesmo tempo, lhe dá orgulho e traz responsabilidades.

Palmeiras renova com zagueiro, Flamengo anuncia reforço… O Dia do Mercado

Em outubro de 2020, inclusive, já em meio à pandemia, Samir completou 100 jogos pela Udinese. No momento, já tem 128, com seis gols marcados. Com as 92 partidas que realizou com a camisa rubro-negra, e outras três pelo Hellas Verona, clube para o qual foi emprestado assim que chegou à Itália, ele tem um total de 223 jogos como profissional.

O último deles aconteceu na semana passada, na abertura da temporada italiana 2021/2022, com a Udinese estreando com vitória de 3 a 1 sobre o Ascoli, pela Copa da Itália. E, neste fim de semana, entra em cena o Campeonato Italiano, e a equipe já terá pela frente a poderosa Juventus, dentro de casa, no Estádio Friuli. Bom teste para saber como o time irá se portar nesse início de trabalho.

Triste pela saída do De Paul, um amigo que fiz no futebol e que fará muita falta aqui, pelo grande jogador e artilheiro que é. Mas feliz pela sequência que ele dará à carreira. Mas nosso grupo fez uma bela pré-temporada na Áustria, tivemos alguns bons amistosos de preparação e começamos com uma vitória convincente na Copa da Itália. Que a gente possa fazer um bom Campeonato Italiano. Já teremos uma pedreira na primeira rodada, mas é um daqueles grandes jogos que todos querem estar em campo - disse.

Samir chama atenção para um fator fundamental, que tem tudo para impulsionar ainda mais o Calcio nesta temporada: o título da Eurocopa conquistado pela Itália no mês passado.

- Foi uma daquelas ‘voltas por cima’ que costumamos ver no mundo da bola, histórias de superação. A Itália, uma das maiores potências do futebol, ficou fora da última Copa do Mundo e teve que se redescobrir, se reinventar. E conquistou a Euro de forma brilhante. E isso, com certeza, dará um novo ânimo e uma nova cara à nossa Liga. As expectativas para uma grande competição são as melhores possíveis - encerrou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos