Jogador filma a si mesmo dirigindo a 160km/h e é demitido de time espanhol

·2 min de leitura
Raúl Asencio terá que procurar outro clube para iniciar a temporada 2022. Foto: Danilo Di Giovanni/Getty Images
Raúl Asencio terá que procurar outro clube para iniciar a temporada 2022. Foto: Danilo Di Giovanni/Getty Images

Mais um jogador entrou para a lista de desempregados do mundo mas, dessa fez, por culpa dele mesmo. O atacante espanhol Raúl Asencio, de 23 anos, certamente já está na lista de demissões por motivos mais bestas da atualidade.

O jovem perdeu contrato com o Alcorcón, time que disputa a segunda divisão do Campeonato Espanhol, ao dirigir a 160km/h em uma estrada que liga Madrid a Villareal no último domingo (19). 

Leia também:

Não bastasse a irresponsabilidade, a pior parte foi que o flagra foi feito por... ele mesmo. Isso mesmo, o próprio jogador filmou o momento de insensatez e postou o vídeo nas redes sociais. Tudo isso com um copo de café na mão.

Ainda tem mais. Além de todos esses absurdos, o vídeo foi postado no exato momento em que o Alcorcón enfrentava o Huesca pela segunda divisão nacional. O jogador não foi relacionado para o confronto por opção do treinador. 

O vídeo, obviamente, não foi bem visto por ninguém, e a torcida ficou pê da vida. Nas redes sociais, a organizada do clube postou: “Esperamos que o Alcorcón sancione este tipo de conduta, como este caso de Raúl Asensio. Dirigindo em claro excesso de velocidade e com ambas as mãos ocupadas”.

Pouco tempo depois, a diretoria anunciou o encerramento do contrato do atacante em comunicado nos canais oficiais do clube. Asencio havia sido contratado em agosto. “Agradecemos a Raúl pelo seu trabalho nestes meses na nossa entidade e desejamos-lhes sorte nos projetos futuros”, publicou o clube.

O Alcorcón é o lanterna da Série B do Campeonato Espanhol, com 11 pontos feitos em 21 partidas, e dificilmente escapará do rebaixamento para a terceira divisão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos