Jogador da seleção dos EUA é punido por usar termo homofóbico

·1 minuto de leitura
O meia Sebastian Lletget, em ação pela seleção dos Estados Unidos

O meia Sebastian Lletget, do Los Angeles Galaxy e da seleção dos Estados Unidos, foi multado e suspenso por dois jogos por uma postagem homofóbica em espanhol no Instagram, informou nesta sexta-feira pela Liga Americana de Futebol (MLS, pela sigla em inglês).

Nascido em San Francisco (Califórnia), filho de pais argentinos, Lletget também terá que "participar de workshops sobre diversidade, equidade e inclusão", acrescentou a MLS, que não detalhou o valor da multa.

O jogador se desculpou por publicar um vídeo no Instagram no dia 9 de abril no qual usa um termo homofóbico depois de dar um tapa na nuca de um companheiro de equipe, Julián Araujo, a caminho do treino.

"Assumo total responsabilidade e propriedade por uma frase extremamente pobre e mal concebida e não tenho desculpa para minhas ações. Lamento e sei a dor que este termo causou a tantos", disse o atleta em um comunicado após excluir o vídeo.

"A MLS reconhece e agradece o pedido de desculpas e a responsabilidade de Lletget por suas ações", acrescentou a liga americana.

Lletget, de 28 anos, integra o Galaxy desde 2015, equipe que tem como destaques os mexicanos Javier 'Chicharito' Hernández e Jonathan dos Santos.

O meia vai desfalcar o time de Los Angeles nos próximos dois jogos do campeonato local, contra o New York Red Bulls, em 25 de abril, e o Seattle Sounders, em 2 de maio.

bb/gbv/gfe/lca