Jogador da NFL fica nu em frente a pré-escola, agride policial e acaba preso

·2 min de leitura
Malik McDowell foi detido pela terceira vez em cinco anos por se envolver em confusão. Foto: Nick Cammett/Diamond Images via Getty Images
Malik McDowell foi detido pela terceira vez em cinco anos por se envolver em confusão. Foto: Nick Cammett/Diamond Images via Getty Images

Deu a louca em Malik McDowell, jogador do Cleveland Browns, franquia que não chegou aos playoffs na atual temporada da NFL.

O defensor foi preso após agredir um policial em frente a uma pré-escola na Flórida. Em vídeo divulgado por veículos como o TMZ Sports e o WPLG, é possível ver que o atleta estava completamente nu quando foi detido.

Leia também:

Segundo documento criminal divulgado pelo Daily Mail, o jogador de 25 anos, pode ter causado uma lesão permanente no olho do agente que atacou nesta segunda-feira (17). McDowell só foi parado quando policiais usaram uma arma de eletrochoque.

Após ser levado ao hospital para passar por uma avaliação médica, o jogador recebeu três acusações na delegacia: exposição pública, agressão a um policial, resistência à prisão com violência.

Ele acabou liberado após pagar uma fiança de US$ 27 mil (quase R$ 147 mil) e participou de uma audiência online sobre o caso na terça-feira, onde acompanhado por advogados, tentou explicar o ocorrido.

Câmeras de vigilância mostraram o atleta em uma academia uma hora antes de ser detido. Em seguida, ele voltou para o hotel em que estava hospedado e reapareceu nu na rua. Pedestres acharam seu comportamento estranho e acionaram a polícia.

O advogado do jogador, Adam Swickle, sugeriu em entrevista à imprensa local que seu cliente pode ter recebido uma substância ilícita de outra pessoa: "Alguém pode ter passado algo para ele".

Os Browns se manifestaram sobre o ocorrido em um comunicado: "Estamos cientes do incidente muito preocupante e da prisão envolvendo Malik McDowell, e estamos reunindo mais informações. Entendemos a gravidade deste assunto e nossos pensamentos focam no bem-estar de todos os envolvidos. Não temos mais comentários neste momento".

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que Malik McDowell foi preso. Em 2019, ele se envolveu em uma briga com um policial em Michigan, após ser parado quando dirigia em alta velocidade. Naquela ocasião ele passou 66 dias na prisão.

Outro caso de negligência ao dirigir aconteceu em 2017, quando ele também foi detido ao dirigir embriagado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos