Jogada trabalhada e boa atuação defensiva: a vitória do Botafogo

Sergio Santana
LANCE!


O Botafogo reencontrou o caminho das vitórias. Mais uma vez, o Estádio Nilton Santos foi o palco de um resultado positivo do Botafogo, que se afastou da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro com a vitória de 1 a 0 sobre o Corinthians neste domingo. Em campo, destaque para Diego Souza, autor do gol. Mas, acima de tudo, pelo bom desempenho defensivo, principalmente da dupla de zagueiros. O LANCE! detalha a atuação do Glorioso.

COMEÇO DESLIGADO

Botafogo x Corinthians - Disputa
Botafogo x Corinthians - Disputa
Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

(Foto: Vítor Silva/Botafogo)

O Botafogo teve mudanças no setor ofensivo para a partida. Saíram Valencia e Luiz Fernando para as entradas de, respectivamente, Rhuan e Diego Souza - com Igor Cássio assumindo a função de atacante de lado. A ideia de Alberto Valentim era ter uma referência no ataque para travar uma "batalha física" com os zagueiros do Corinthians.

Em um primeiro momento, contudo, o Botafogo não apareceu pela questão de ataque. A equipe entrou em campo desligada, errando passes na grande área e permitindo que o Corinthians chegasse através de triangulações e toques rápidos. O Timão foi soberano no quesito de posse de bola, enquanto que a equipe de Alberto Valentim demorou para se localizar na partida.

BRILHOU A ESTRELA DO ARTILHEIRO

Botafogo x Corinthians - Comemoração
Botafogo x Corinthians - Comemoração

(Foto: Divulgação/Botafogo)

Mesmo com as dificuldades, o Botafogo, no decorrer do primeiro tempo, controlou, em partes, o ataque do Corinthians - neste contexto, Marcelo e Gabriel foram fundamentais defendendo a área. No meio-campo, contudo, a marcação ainda permitia que os visitantes chegassem com perigo com poucos toques, o que gerava rápidas tramas, principalmente com Pedrinho.

Se o cenário não era dos melhores, a referência técnica do Botafogo apareceu quando tinha que aparecer. Em jogada que começou com João Paulo, passou por Fernando e teve uma leve ajeitada de Alex Santana, Diego Souza deslocou Cássio e abriu o placar. O camisa 7 marcou seu sétimo gol no Brasileirão e colocou o Botafogo à frente do marcador.

APESAR DO PLACAR POSITIVO...

Botafogo x Corinthians - Disputa
Botafogo x Corinthians - Disputa

(Foto: Vítor Silva/Botafogo)

O Botafogo tinha a vantagem, mas não necessariamente fez uma boa primeira etapa por isto. O Alvinegro teve dificuldade para levar a bola da defesa ao ataque, parando na marcação do Corinthians, que também dominou a estatística de posse de bola. Contudo, a equipe de Dyego Coelho, mesmo tendo a bola no pé, não necessariamente assustou o Glorioso.

Em termos gerais, foi uma atuação com pouca criatividade ofensiva, apesar da jogada trabalhada que gerou o gol, mas bancada por um bom desempenho defensivo. O cenário foi o mesmo no começo do segundo tempo.

NA MARRA!

Botafogo x Corinthians - Disputa
Botafogo x Corinthians - Disputa

(Foto: Vítor Silva/Botafogo)

Com o placar adverso, o Corinthians pressionou em busca do empate. Sempre com dez jogadores ocupando o campo ofensivo, o Timão tinha a bola, mas não passava da marcação feita pelo Botafogo. O resultado foi que a equipe paulista arriscou muito de longa distância - Gatito Fernández, porém, não teve muito trabalho para parar as tentativas.

Nas arquibancadas, as vozes que vieram da torcida empurraram o time dentro de campo, que correu. Correu muito. Pelo menos dois jogadores do Botafogo marcavam o jogador do Corinthians que estava com a bola, o que ajuda a explicar a dificuldade que o Timão teve. Por mais que tenha sido uma atuação sem muito destaque técnico, a força de vontade dos atletas prevaleceu.

MURALHA ALVINEGRA

Botafogo x Corinthians - Gatito
Botafogo x Corinthians - Gatito

(Foto: Vítor Silva/Botafogo)

Diego Souza foi o autor do gol, mas a vitória do Botafogo ficou marcada pela atuação de outros dois jogadores: Marcelo Benevenuto e Gabriel. A dupla de zagueiros foi fundamental para segurar o ímpeto ofensivo do Corinthians e, por consequência, manter o placar de 1 a 0 para o Alvinegro, número fundamental para fugir da zona de rebaixamento.

Somados, os zagueiros contribuíram para 19 cortes pelo alto, cinco chutes travados, três interceptações e um desarme, além de não terem levado nenhum drible. De fato, a "muralha alvinegra" foi essencial para garantir a vitória sobre o Corinthians.


Leia também