Joey Barton é suspenso 18 meses por apostas esportivas

Joey Barton em Burnley, Inglaterra

A Federação Inglesa (FA) anunciou que o ex-meia do Olympique de Marselha e atual jogador do Burnley, Joey Barton, foi suspenso por 18 meses, nesta quarta-feira, depois de reconhecer que apostou 1.260 vezes em jogos de futebol entre 2006 e 2016.

A punição tem efeito imediato em toda atividade relacionada com o futebol. Barton também terá que pagar multa de 35.000 euros.

O jogador anunciou que vai recorrer e revelou ser viciado em apostas. Barton entregou à FA exames médicos que comprovam sua condição de dependente.

"Estou decepcionado com a rigidez da punição. Esta decisão me obriga a me aposentar de maneira prematura", indicou Barton, de 34 anos, em sua página na internet.

"Para ser claro, os jogos não tiveram resultados manipulados e em nenhum momento a minha integridade entrou em questão. Entendo que quebrei as regras que são pedidas aos jogadores profissionais, mas ao mesmo tempo tenho a impressão que a suspensão é mais dura do que seria para jogadores menos controversos", acrescentou o jogador inglês.

Barton já foi condenado a um jogo de suspensão, em novembro, pela federação escocesa. Na época, o atleta defendia o Rangers e o tema das apostas esportivas veio à tona.

O clube e o jogador entraram em acordo para rescisão do contrato, depois de confusão entre Barton, o treinador Mark Warburton e um companheiro de time durante treinamento.

Barton esperou até o mercado de janeiro para assinar contrato com o Burnley.

Sempre polêmico, Barton ficou famoso no Brasil por chamar o zagueiro Thiago Silva, da seleção e do Paris Saint-Germain, de "travesti", e criticar duramente Neymar por cair demasiadamente em campo.