Joel Ferreira Junior é suspenso provisoriamente pela CBAt

O atleta testa positivo do exame anti-doping pela segunda vez e foi afastado até ser julgado definitivamente pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) anunciou nesta terça-feira a suspensão provisória do atleta Joel Ferreira Junior até julgamento definitivo pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

O Laboratório localizado em Montreal, Canadá, reanalisou a amostra de urina do atleta coletada em 17 de maio de 2015, durante a Meia Maratona na Goiás, e detectou a presença da substância proibida pela Agência Mundial Antidoping (Wada, em inglês) androsterona e metabólitos. O uso do esteroide também é proibido pela Federação Internacional de Atletismo (IAAF).


Na mesma amostra, anteriormente, foi encontrada hidroclorotiazida e metabólito cloraminofenamida (diurético ), outra substância proibida pelas entidades. O atleta cumpriu o período de inelegibilidade, conforme decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) do Atletismo em conformidade com a Portaria nº 17/2015 da CBAt.

Considerando que as explicações apresentadas pelo atleta, para o novo resultado adverso, em 10 de fevereiro de 2017, não foram aceitas pela organização nacional da modalidade, Joel esta suspenso de quaisquer competições a partir do dia 24 de fevereiro de 2017. O corredor não requereu a abertura da amostra B de sua urina no prazo previsto nas Regras da IAAF.

Quanto testou positivo pela primeira vez, o atleta alegou contaminação acidental, mas recebeu três meses de suspensão pelo STJD. O julgamento ocorreu em 11 de setembro de 2015 e o corredor já estava afastado provisoriamente desde julho.








E MAIS: