Após João expor racismo, Marília Mendonça pede perdão: "Você é lindo"

Bárbara Saryne
·2 minuto de leitura
Marília Mendonça se posicionou após o jogo da discórdia (Foto: Reprodução/Instagram/Globo)
Marília Mendonça se posicionou após o jogo da discórdia (Foto: Reprodução/Instagram/Globo)

Resumo da notícia:

  • Marília Mendonça se sentiu tocada com o desabafo de João no jogo da discórdia

  • Amiga de Rodolffo, a cantora havia sido criticada pela falta de posicionamento no paredão

  • Após a repercussão do caso, Marília escreveu um pedido de desculpa para João Luiz

Marília Mendonça pediu perdão para João Luiz, do 'BBB 21', após o participante expor uma fala racista de Rodolffo no jogo da discórdia de segunda-feira (5). Na ocasião, o professor contou como se sentiu quando o cantor comparou seu cabelo com a peruca usada no castigo do monstro. O tema da fantasia era "homem da caverna". 

A reação de Rodolffo, que reafirmou ao vivo o que já havia sido dito, chocou o público e até mesmo sua amiga Marília Mendonça. A tag "João merece respeito" ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter e a cantora quebrou o silêncio.

"JOÃO MERECE RESPEITO e me desculpa por isso! Perdão, mesmo! Eu não sei até que ponto isso se torna uma culpa minha, mas nessa situação me vejo fazendo o mínimo. Quando machucamos as pessoas, desculpas não mudam, mas são o mínimo. Você é lindo e eu sempre disse isso aqui!", iniciou a artista.

Leia também:

Em outro post, Marília explicou que não fez isso para agradar as torcidas que passaram o dia cobrando um posicionamento. "Tô falando por ter ficado entalada com as lágrimas do João. É exclusivamente por ele. Simples. Tanto faz se vou ser julgada de novo. Não é sobre mim", completou.

Marília Mendonça havia sido criticada nas redes sociais por não ter se posicionado a respeito do paredão disputado por Gilberto, Caio e Rodolffo. Além da fala racista, o sertanejo fez comentários considerados homofóbicos e machistas ao longo de sua participação no reality da Globo.

Antes do jogo da discórdia, a cantora disse que não poderia ser responsabilizada por algo que Rodolffo fez. "Além de me lincharem, vocês estão me acusando de algo muito sério, que vai além de rivalidade de torcida e isso não está certo. Me acusar de cometer um crime por não me posicionar num paredão vai além do que é o direito de vocês", publicou ela.