João Victor é o primeiro 'reforço' confirmado do Corinthians para 2021

Alexandre Guariglia
·3 minuto de leitura


Focado no objetivo de utilizar mais as categorias de base em 2021, o Corinthians confirmou seu primeiro "reforço" para a nova temporada. Trata-se de João Victor, que está emprestado ao Atlético-GO, e voltará ao Timão para ser aproveitado pelo técnico Vagner Mancini. Essa "contratação" mostra que a filosofia do clube deve realmente mudar e mais peças assim devem chegar.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

GALERIA
> 33 jogadores em 23 jogos: veja quem já atuou pelo Timão na Era Mancini

A revelação desse "reforço" foi feita pelo próprio presidente Duílio Monteiro Alves que, em entrevista para o programa "Seleção SporTV" na última sexta-feira, anunciou o retorno do zagueiro, que disputa a atual edição do Brasileirão emprestado ao time goiano. As atuações de João agradaram a diretoria, além de ser um velho conhecido de Mancini, que dirigia o Dragão antes do Timão.

- A gente tem aqui o Ruan Oliveira, que infelizmente se machucou, o (Gustavo) Mantuan também, uma infelicidade, vinha bem, tivemos o Carlos (Augusto), vendido no meio do ano passado, temos o (Luan) Piton, o Xavier, o Roni, o Raul Gustavo, zagueiro, e o João Victor, que está no Atlético-GO e retorna agora pra fazer parte dos planos do professor Mancini - afirmou Duílio enquanto falava dos bons valores da base corintiana utilizados nos últimos tempos.

Aos 22 anos, o zagueiro fez 32 jogos oficiais pelo Atlético-GO na temporada, sendo que 25 deles foram no Campeonato Brasileiro, em que foi um dos destaques do time. Antes, no início de 2020, ele disputou o Paulistão pela Inter de Limeira, onde despertou o interesse do clube goiano para tê-lo por empréstimo. Agora, João terá oportunidade de atuar pelo Corinthians.

Atualmente, no elenco corintiano, Mancini conta com seis zagueiros: Gil, Bruno Méndez, Jemerson, Marllon e Raul Gustavo, além de Danilo Avelar, que se recupera de cirurgia no joelho. Alguns deles podem sair, como Marllon, que pode ser emprestado novamente, e Jemerson, que tem contrato apenas até o meio do ano. Dessa forma, o jovem deve ser integrado para essa rotação do elenco, com a promessa de que a base será bastante usada na temporada.

- Como temos qualidade, a gente pretende sim utilizar cada vez mais (a base), o professor Mancini é muito aberto a isso, a gente tem tido muitas conversas, muitos garotos já estão no profissional, outros que estouraram a idade no sub-20 vão treinar conosco neste início de temporada, outros jogadores do sub-20 mesmo, que ainda têm idade, estão subindo também para treinar, porque a gente identificou muita qualidade, principalmente nas posições que a gente tem muita carência, então por esses motivos a gente vai utilizar mais - disse Duílio, presidente do Timão, ao "Seleção SporTV".

Desde 2017 no Corinthians, João Victor chegou emprestado ao sub-20 e, após se destacar, foi comprado em definitivo no ano seguinte, assinando contrato até o meio de 2022, ou seja, tem mais um ano e meio de vínculo com o clube. Segundo o balanço de 2019, o Alvinegro tem 55% de seus direitos econômicos.