João Pedro volta a ser relacionado e fica no banco contra o Atlético-MG

Joel Silva
LANCE!
Ronaldo Oliveira/Photo Premium/Lancepress!
Ronaldo Oliveira/Photo Premium/Lancepress!


Depois de ficar de fora das partidas contra São Paulo e Internacional, João Pedro voltou a ser relacionado. O atacante tinha sido barrado por não estar rendendo o esperado nos treinamentos. Em seu lugar, entrou Evanilson, artilheiro isolado do Campeonato Brasileiro Sub-20 com 15 gols. O técnico Marcão revelou os motivos que fizeram a joia de Xerém retornar ao grupo principal.

- O JP é uma situação muito difícil para mim. Eu acompanhei muito a evolução dele. É meu amigo, minha família é amiga da família dele. Para a gente tomar uma posição sobre ele, é muito difícil, mas eu sei da capacidade dele. O momento que ele não foi para o jogo, o Evanilson e o Lucão responderam melhor do que ele na semana. Eu tive uma conversa com ele e acredito muito no atleta, tem muito sucesso pela frente, mas a gente avalia semana a semana, dia após dia e eu tenho que ser justo com todo mundo. A semana dele foi boa e estamos trazendo ele para o jogo.

TABELA
Confira a classificação do Campeonato Brasileiro



João Pedro perdeu a titularidade na derrota para o Flamengo, no último dia 20 de outubro. Desde então, entrou no segundo tempo das partidas contra Chapecoense e Ceará. No clássico com o Vasco, não saiu do banco, a deixa para ser barrado dos compromissos diante do São Paulo e Internacional. Ao todo, o atacante disputou 36 jogos e marcou 10 gols, porém vive uma seca de gols que já dura 12 jogos.

TITULARES EM BAIXA

Quem vive jejum parecido é Yony González, que não marca há nove jogos, todos como titular. O colombiano, que já assinou um pré-contrato com o Benfica, de Portugal, tem nessa reta final de temporada, uma espécie de despedida com o Fluminense, já que o contrato com o clube se encerra no fim do ano. Marcão fez questão de minimizar o mal momento do atacante e afirmou que possui plena confiança no jogador.

- O Yony trabalha, faz o que tem que fazer e isso resume tudo. Ele está focado, pensando no clube. Ele sabe da responsabilidade e está entregue. Entra, faz o que tem que fazer durante o período que ele aguenta. É um jogador forte. A bola não está entrando, mas ele está fazendo da melhor forma para colocar a bola para dentro.

Além do colombiano, Gilberto também vive uma fase conturbada, com muitos torcedores pedindo a barração do lateral-direito. O treinador admitiu que o momento não é o dos melhores, mas confia na melhora de desempenho do jogador.

- A cobrança é muito grande, mas o Gilberto é uma pessoa muito forte. Está sempre trazendo nosso grupo para cima. Mentalmente ele está muito forte, então a gente acredita que ele possa fazer uma grande partida, ajudar no jogo como ele ajuda internamente, para trazer de volta o torcedor que o aplaudia, vibrava por ele e até pedia Seleção Brasileira.
















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também