João Paulo fala sobre oportunidade no gol da Chapecoense: 'Espero fazer um excelente partida'

·2 minuto de leitura


Titular em 12 dos 24 jogos da Chapecoense no Brasileirão, o jovem goleiro João Paulo deve retornar ao gol do time catarinense na próxima rodada quando a equipe enfrentará o Internacional, em confronto válido pela 25ª Rodada do Brasileirão. Isto porque o goleiro Keiller, emprestado pelo Colorado, não pode jogar por motivos contratuais.

>Dá pra escapar? Confira a classificação atualizada do Brasileirão

Mesmo sem jogar desde o início do mês de agosto, o jovem arqueiro de apenas 20 anos de idade ainda sustenta uma importante estatística por ser o segundo colocado, do campeonato inteiro, com mais defesas por jogo (3,5). Com esse número, ele fica atrás apenas de Maílson, do Sport, que tem média de 3,6.

- O Keiller vem fazendo ótimos jogos e jogando super bem. Fico feliz dele poder estar representando o nosso trabalho tão bem, tanto o meu como o dos preparadores César e Marcelo. É um amizade que criei aqui na Chapecoense e vou levar para toda vida. A gente inclusive conversa sobre essas coisas todos os dias, de quando eu estava jogando e agora ele também. Um está sempre ajudando o outro, lidamos muito bem com isso. Espero fazer uma excelente partida para que eu possa dar continuidade a esse bom trabalho - revelou.

João tem uma média de 0,61% gols sofridos (21 gols em 13 jogos) enquanto Keiller possui média de 0,81% (11 gols em nove jogos) no Brasileirão. O jovem vem fazendo apenas sua primeira temporada como profissional e estreou no Campeonato Catarinense, onde em quatro jogos sofreu apenas um gol.

O goleiro assumiu a titularidade em âmbito nacional após a lesão de Tiepo, na terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O arqueiro impressionou com boas atuações no início de sua trajetória, mas foi para o banco de reservas após a chegada do técnico Pintado.

Diferente de Keiller, que está emprestado, João Paulo é cria da base da Chapecoense e tem contrato com o clube até dezembro de 2024. O jogador tem uma multa avaliada em 12 milhões de euros no mercado externo (equivalente, na atual cotação, a R$ 76,4 milhões) e R$ 12 milhões em caso de negociação com clubes do Brasil.

Antes da Chape, João passou pelas bases do Grêmio e do próprio Internacional, adversário do time de Chapecó neste próximo domingo (10), no Beira-Rio. O atleta também comentou sobre esse reencontro:

- Para mim vai ser algo bem tranquilo voltar ao Beira-Rio e enfrentar o Internacional. Tive uma passagem muito breve pelo clube, mas pude aprender bastante lá. Sou muito grato ao Internacional pelo o que fizeram por mim. Mas hoje defendo as cores da Chapecoense e vou dar meu máximo para sairmos de lá com um resultado positivo. Estamos precisando vencer pois seguimos em uma fase complicada, mas sinto que nosso time vem evoluindo e que desta vez a gente possa sair com os três pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos