João Paulo dispara contra a arbitragem do clássico: 'Até quando essa palhaçada'

O goleiro João Paulo disparou contra a arbitragem do clássico (Foto: Ivan Storti/Santos FC)


O goleiro João Paulo saiu revoltado de campo após a derrota para o São Paulo por 2 a 1, no Morumbi. O Peixe reclama de um pênalti marcado para o Tricolor no final do jogo.

O grande questionamento, na verdade, foi o lance que antecedeu o pênalti. Marcos Leonardo e Alisson disputaram a bola e, antes dela sair, o jogador do São Paulo tenta segurar a bola. Arbitragem marcou lateral contra o Peixe, na sequência, surge a penalidade.

"Do nosso time não faltou nada, entrega. Fizemos o que a gente propôs. Mas infelizmente, mais uma vez, a arbitragem vem prejudicando nosso time. Até quando? Ninguém faz nada. A bola bate na mão, indiscutível. O problema é que o árbitro marca o lateral para o nosso time, meu time todo saindo pra ir cobrar o lateral, do nada o jogador do São Paulo pega a bola na mão, o árbitro muda o lance. Essa é nossa indignação. Mais uma vez a gente é prejudicado. A gente fala e é punido, com eles não acontece nada. Até quando vai ser essa palhaçada, está virando palhaçada, essa é a verdade", disse o goleiro.

Recentemente, o Alvinegro reclamou que no primeiro tempo da partida contra o Coritiba, pela Copa do Brasil, o lateral Madson recebeu uma dura entrada dentro da área, mas o árbitro Bruno Arleu de Araújo deixou o lance seguir, não assinalando pênalti.

Pelo Brasileirão, o Santos já enviou reclamações sobre o pênalti não marcado contra o Fluminense, na primeira rodada da competição. Contra o Coxa, na segunda rodada, um pênalti foi marcado contra o time e o lance também gerou insatisfação no clube.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos