João Félix, o atacante de R$ 540 milhões e apenas um gol em dois meses

Goal.com
Seis meses depois de chegar ao Atlético de Madrid, o português ainda não correspondeu ao esperado
Seis meses depois de chegar ao Atlético de Madrid, o português ainda não correspondeu ao esperado

Contratado por 543 milhões de reais, João Félix chegou ao Atlético de Madrid para mudar o time de patamar. Rivalizando por muito tempo o Barcelona de Messi e o Real Madrid de Cristiano Ronaldo, o plano dos Colchoneros era finalmente ter uma superestrela para chamar de sua. Seis meses depois, tal ideia parece longe de se concretizar: o português virou apenas "mais um".

O atacante começou criando expectativas nos torcedores do Atleti: foi destaque na pré-temporada, especialmente na vitória esmagadora de 7 a 3 sobre o rival Real Madrid. No entanto, a empolgação logo diminuiu e João Félix foi de estrela do time para um bom jogador. No entanto, o português custou mais de 500 milhões de reais para ser especial.

Nas três partidas mais importantes do ano até então, diante da Juve, do Valencia e do Real Madrid, João Félix não conseguiu fazer a diferença em nenhuma delas. Além de ser um dos jogadores mais substituídos da La Liga, vem sofrendo com lesões: nas últimas dez partidas que atuou, marcou apenas uma vez e não deu nenhuma assistência.

Outros jogadores como Griezmann também demoraram a se adaptar ao esquema e a intensidade de jogo dos Colchoneros, e João Félix só tem 20 anos. O atleta entra em campo novamente neste próximo sábado (18), diante do Eibar, às 17h (de Brasília), pela 20ª rodada da La Liga.

O Atlético de Madrid fez uma aposta perigosa no português. Em termos de poker, fica perto de ser um all in. Resta saber se a aposta de Simeone e cia dará frutos. O futuro está no ar.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também