Jiu-Jitsu em Portugal: kimonos Mormaii fecha parceria com gigante do surfe europeu

·2 minuto de leitura


Maior fábrica de pranchas de surfe da Europa, a The Factory acaba de fechar uma parceria com a Mormaii, maior empresa de surfe do Brasil. Mas a conexão entre as duas gigantes tem como foco o Jiu-Jitsu. O namoro entre as duas marcas começou, claro, com produtos relacionados ao mundo do surfe, mas logo o dono da marca, Bruno Birra, observou uma oportunidade de expandir os seus negócios, já que a arte suave têm tido um crescimento vertiginoso na Europa, especialmente em Portugal, onde se localiza a The Factory.

“Sendo uma fábrica de pranchas, inicialmente a nossa parceria com a Mormaii começou com os produtos mais relacionados ao nosso ramo. Mas, com o desenrolar das negociações, e após algumas análises de mercado e ligações entre o surfe e o Jiu-Jitsu, rapidamente percebemos que a oportunidade de associar um mercado ao outro fazia sentido. E, claro, com a vantagem de ter um produto de alta qualidade, e aproveitando toda a experiência do Ricardo Tirloni neste ramo”, explicou Birra, que há 20 anos trabalha no ramo do surfe.

A The Factory Portugal fica localizada na cidade de Almada, perto da capital metropolitana de Lisboa e a cinco minutos das praias da Costa da Caparica, uma zona industrial toda renovada e preparada para receber todos os tipos de cliente. Bruna Birra explica que a estratégia inicial é implementar a marca em Portugal e depois expandir pela Europa. O primeiro passo será inaugurar um showroom oficial da Mormaii em Portugal para expor os produtos.

“O Jiu-Jitsu, sem dúvida, foi um dos esportes que mais cresceu nos últimos anos. Sinto que o mercado de kimonos é enorme e que tem um grande potencial. Mas temos os pés no chão, pois queremos fazer um trabalho diferenciado com a marca. Não queremos apenas que o praticante compre um kimono, queremos que ele sinta o kimono. Após a abertura do showroom Mormaii, iremos dar seguimento a várias estratégia que já estão sendo planejadas internamente, mas que infelizmente ainda não posso comentar. Mas o que posso afirmar é que a Mormaii veio para ficar”, cravou Birra.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos