Jimenez vence corrida 2 do eTrophy em Ad Diriyah marcada por bandeira vermelha

NATHALIA DE VIVO

Sergio Jimenez fechou o final de semana do Jaguar iPace eTrophy com chave de ouro. Neste sábado (23), na Arábia Saudita, o brasileiro largou da pole-position, controlou o ritmo e cruzou a linha de chegada na primeira colocação.

 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Assim que a largada foi autorizada, o competidor conseguiu manter a primeira colocação sem grandes problemas, mesmo com a investida de Simon Evans. Atrás, Alice Powell perdia o terceiro posto para Zhang Yaq.

 

No meio do pelotão, Mario Haberfeld, que saiu do quinto posto do pelotão, tentava escalar o grid e acabou se envolvendo em um enrosco. Pouco mais para frente, perdeu posições e acabou caindo para sétimo.

 

Quando a prova estava relativamente controlada, o #0 da Jaguar Brazil se envolveu em um incidente com Algosaibi. Quando tentava ultrapassar o #13, acabou tocando na traseira do adversário, que rodou, bateu no muro e abandonou. Isso forçou a entrada do safety-car e uma bandeira vermelha.

 

Com a prova reiniciada nas ruas sauditas, Jimenez conseguiu manter a primeira colocação até a bandeira quadriculada. Evans foi quem cruzou a linha de chegada em segundo, com Powell fechando o pódio.

Sérgio Jimenez (Foto: Nick Dungan/Jaguar Brazil)



Saiba como foi a corrida 2 do Jaguar eTrophy na Arábia Saudita:

 

Os dez pilotos do grid do Jaguar iPace eTrophy voltaram para a pista neste sábado para disputar a segunda corrida da Arábia Saudita. Assim como na prova 1, o dia estava claro, mesmo sem sol, e sem ameaça de chuva.

 

Quem saiu da posição de honra do grid na disputa foi Sergio Jimenez, que surgiu no final da sessão e destruiu a volta de Simon Evans, que largou em segundo. Mario Heberfeld, segundo brasileiro do grid, alinhou em quinto.

 

Luzes apagadas e largada autorizada, o #10 conseguiu manter a ponta sem problemas. Enquanto isso, mais para trás, Haberfeld vinha tentando escalar o pelotão, fazendo contado com os adversários, mas se mantendo em quinto.

 

O brasileiro vinha apresentando problemas e mostrando dificuldade para controlar o carro. Com isso, deixou o caminho aberto para Eaton superá-lo e assumir a quinta colocação.

 

O ponteiro da Jaguar Brazil fez a volta mais rápida da corrida ainda no início e já tinha 1s062 de respiro para Evans, o segundo. Zhang Yao vinha em terceiro, com Powell, Waton, Haberfeld, Algosaibi, Sun Chao, Juffali e Bal Hejaila completando o grid.

 

Após toda a movimentação dos minutos iniciais em Ad Diriyah, o pelotão estava mantendo as posições. Evans conseguiu se aproximar de Sergio, diminuindo a diferença para pouco mais de 0s7. 

 

Então, com pouco menos de 14 minutos para a bandeira quadriculada, Algosaibi acabou sofrendo um grande revés. Quando estava em modo ataque, acabou sendo tocado por Mário, rodou e bateu no muro de proteção, abandonando a prova. Isso forçou a saída do safety-car. Pouco depois, a corrida foi interrompida com bandeira vermelha.

 

Enquanto os pilotos estavam alinhados esperando o recomeço da prova saudita, a direção de prova indicou que o incidente envolvendo os carros #13 e #0 seria investigado após a corrida.

 

Relargada autorizada na Arábia Saudita com nove minutos ainda restantes no cronômetro. Os quatro primeiros colocados, Jiemenez, Evans, Powell e Zhang Yaq, conseguiram passar na zona do modo ataque. Eaton era quem sustentava a volta mais rápida.


Aberta a última volta em Ad Diriyah. Jimenez se segurava na primeira colocação, com Evans tentando se aproximar de qualquer maneira do brasileiro enquanto também precisava lidar com a pressão de Powell.

 

Mais atrás, Eaton e Haberfeld conseguiram dar o bote em cima de Zhang Yaq, pulando para quarto e quinto, respectivamente.

 

Sergio e Simon conseguiram ativar o modo ataque nos metros finais, com o irmão de Mitch pressionando de forma intensa o brasileiro. Mas Jimenez conseguiu se manter na frente para garantir a primeira vitória do ano. Powell fechou o top-3 e Haberfeld terminou em q

 




Paddockast # 43

QUAL FOI O MELHOR GP DO BRASIL QUE VOCÊ ASSISTIU?


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM





Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo


O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.


Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.






Leia também