Sem Jesus, Tite descarta usar Neymar de centroavante na Seleção

Com o lesionado Gabriel Jesus fora da lista de convocados, Tite terá de pensar em um centroavante substituto para os jogos contra Uruguai e Paraguai, pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018. A 20 dias para o primeiro desafio, o técnico da Seleção Brasileira já tem a certeza de que Neymar não exercerá a função.

Dessa forma, o camisa 10 do Brasil deve ser mantido na ponta esquerda, como costumeiramente vem atuando sob o comando de Tite. A tendência é que Roberto Firmino, do Liverpool-ING, figure na posição de centroavante, apesar de Diego Souza, do Sport, ter ocupado a vaga deixada por Gabriel Jesus.

Segundo Tite, a ideia é continuar explorando a capacidade que Neymar tem para criar jogadas, reproduzindo o que ele já faz no Barcelona. “Ele evoluiu sua capacidade de assistência”, disse sobre o camisa 10, que é o terceiro colocado nesse quesito no Campeonato Espanhol, com sete passes decisivos.

“O que eu procuro como ideia inicial? Aprendi com outros técnicos. Coloca o seu jogador na sua posição, fazendo o que ele faz no clube. Uma variável vai ter sim. Pode ser? Pode, mas não posso assegurar”, acrescentou.

Líder das Eliminatórias, com 27 pontos ganhos, o Brasil visita o Uruguai em Montevidéu em 23 de março. Cinco dias depois, recebe o Paraguai no Estádio de Itaquera, em São Paulo. Caso atinja uma boa pontuação nessas duas partidas, a Seleção se classificará antecipadamente para o Mundial da Rússia. A data de apresentação dos jogadores ao técnico Tite ainda será divulgada pela CBF.

Tite quer aparar arestas com Micale

Em uma entrevista ao diário Lance, o técnico Rogério Micale, campeão olímpico com o Brasil em 2016, disse que Tite e o coordenador de seleções, Edu Gaspar, “surfaram na onda da Olimpíada”, sugerindo falta de transparência de ambos.

Na última sexta-feira, após divulgar os convocados para os dois jogos das Eliminatórias, o treinador do time principal evitou polêmica e avisou que irá conversar com Micale em um “momento oportuno”.

“Eu tenho um respeito muito grande pelo Micale. E tenho comigo uma responsabilidade muito grande em estar prestando meus serviços na Seleção profissional. Fica tranquilo que teremos o momento oportuno para conversarmos. Não vejo este momento como o correto. Estamos buscando a classificação (para a Copa), o momento oportuno vai ter”, disse Tite.

Rogério Micale foi demitido pela CBF em fevereiro, após o modesto quinto lugar da Seleção Brasileira no Sul-Americano sub-20 do Equador. Com o resultado, a equipe não conseguiu se classificar para o Mundial da categoria.

Leia também