Jesus tem acordo com agente que cuida de Neymar e outros craques perto do fim

Yahoo Esportes
Jesus durante coletiva no Mundial de Clubes (AP Photo/Hassan Ammar)
Jesus durante coletiva no Mundial de Clubes (AP Photo/Hassan Ammar)

Por Marcus Alves (@_marcus_alves), de Lisboa

Depois do fim das férias em Portugal, Jorge Jesus está de volta ao Flamengo e já tem a Supercopa do Brasil como primeiro desafio em seu horizonte no próximo mês, contra o Athletico Parananese. Com contrato até maio, o técnico de 65 anos tem renovação no Ninho do Urubu praticamente selada até dezembro, mas viu surgir a possibilidade de estender o seu vínculo até 2021. Os dois lados agem com cautela ao mesmo tempo em que sustentam otimismo no desfecho positivo das conversas.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Parte disso se deve ao sarrafo elevado que Jesus estabeleceu em caso de uma eventual volta para a Europa. Em mais de uma ocasião, ele repetiu que teria interesse somente em um seleto grupo de cinco clubes. Caso contrário, não era preciso nem mesmo procurá-lo.

O posicionamento firme bate de frente com o acordo que mantém com o ‘super agente’ israelense Pini Zahavi, que cuida das carreiras de Neymar, Robert Lewandowski e outros craques e intermediou recentemente a ida do também português José Mourinho para o Tottenham.

Conforme apurado pelo Yahoo Esportes, a parceria entre Jesus e Zahavi se encerra em março.

Leia também:

Ela foi assinada em um momento que o “Mister”, como o comandante ficou popularmente conhecido no Brasil, tentava se reposicionar no mercado após passagem pelo Al Hilal, da Arábia Saudita. Com a porta imediata fechada nos três grandes de Portugal, ele foi atrás de um empresário influente para tentar uma alternativa no exterior.

Um dos destinos cogitados na altura foi o Lyon, da França, mas nunca se concretizou.

Ao longo de sua carreira, Jesus teve sempre ao seu lado o advogado Luís Miguel Henrique, que atua como o seu escudeiro. O papel de Zahavi, no entanto, seria diferente: o de trabalhar o seu nome fora do país.

Com o poder de negociar o seu destino, ele acabou sendo contrariado, contudo, no acerto com o Flamengo e viu o seu conselho para que Jesus aguardasse por uma oferta europeia ser deixado de lado. Desde então, chegou a sinalizar com propostas da China, todas elas descartadas.

No fim das contas, o namoro entre Jesus e Flamengo foi costurado pelo agente Giuliano Bertolucci ao lado de seu representante em Portugal, Bruno Macedo. Figura próxima de Jesus, Macedo tem a sua base em Braga, mas já foi flagrado mais de uma vez ao lado do comandante desde então. A renovação de contrato também passa por ele.

Até aqui, como costuma fazer, a diretoria rubro-negra afirma que o assunto não é prioridade.

“Acho que a primeira conversa que teremos com ele [Jesus] não será sobre contrato não. Vai ser sobre esse calendário. A primeira conversa com Jesus não será renovação, até porque ele tem contrato vigente. O primeiro tema é sobre as finais [da Supercopa]”, desconversou o vice-presidente Marcos Braz, em entrevista coletiva nesta terça-feira.

Enquanto isso, o acordo entre Jesus e Zahavi fica próximo de seu fim sem qualquer fruto concreto.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também