Japoneses vão às lágrimas após vitória emocionante sobre a Espanha na Copa

Torcedores da seleção do Japão comemoram em Tóquio após vitória sobre a Espanha na Copa do Mundo do Catar

Por Akiko Okamoto e Elaine Lies

TÓQUIO (Reuters) - O Japão explodiu em celebração e lágrimas após a vitória da seleção nacional por 2 x 1 sobre a Espanha no início desta sexta-feira, no horário local, com a multidão lotando áreas públicas, no frio da madrugada, e vibrando após surpreender outra potência global do futebol na Copa do Mundo.

O Japão, que também venceu a Alemanha em sua estreia no Catar, terminou na liderança do Grupo E e se classificou às oitavas de final, fase em que já chegou e na qual caiu três vezes.

Eles enfrentarão a Croácia, vice-campeã de 2018, por uma vaga nas quartas de final.

"Doha encanta novamente!" disse a manchete de um jornal em sua edição online, evocando memórias do que a imprensa chamou de "Milagre em Doha" após a vitória do Japão sobre os alemães.

Fãs cantando "Nippon" invadiram o icônico cruzamento de Shibuya em Tóquio antes do nascer do sol, pulando para cima e para baixo e gritando "Lute, lute, lute!" enquanto a polícia lutava para controlar a multidão.

"Eu nunca pensei que o Japão avançaria no primeiro lugar no grupo. Obrigado, Japão! Eu amo vocês!" disse Yusei Sato, de 19 anos, vestindo a camisa da seleção japonesa.

Os fãs que permaneceram em Shibuya cumprimentaram os passageiros que se dirigiam para o trabalho em uma das estações mais movimentadas de Tóquio.

As redes sociais explodiram de alegria, celebrando os "Samurais Azuis!" e dizendo "Veio de trás para vencer!", com alguns torcedores postando desenhos no estilo mangá de um jogador torcendo com o uniforme do time.

A sensação de triunfo chegou até mesmo ao alto escalão da política japonesa, com o primeiro-ministro, Fumio Kishida, dizendo aos repórteres que a vitória foi "histórica" e telefonando para o técnico do Japão, Hajime Moriyasu, e para o presidente da Associação Japonesa de Futebol, Kozo Tashima, para parabenizá-los.

"Eu disse a eles que eles deram coragem e energia ao povo japonês", disse Kishida no Twitter. "Estamos ansiosos pelas oitavas de final. Lute, Japão!"

(Reportagem de Akiko Okamoto, Elaine Lies; Reportagem adicional de Kantaro Komiya)