Japão ainda 'sonha acordado' após vencer Alemanha, mas quer voltar os pés no chão pela classificação

Japoneses voltaram aos treinos pesados de olho no duelo contra a Costa Rica (Foto: Divulgação/JFA)


Depois de fazer apenas trabalhos leves de recuperação física no dia seguinte à histórica vitória de virada sobre a Alemanha por 2 a 1, o Japão voltou aos treinamentos nesta sexta-feira (25) com foco no duelo de domingo (27) ante a Costa Rica, às 7h (de Brasília), pela segunda rodada da Copa do Mundo.


+ TUDO O QUE ROLA NO QATAR: Acompanhe o dia a dia das seleções e as notícias mais importantes da principal competição esportiva

E o sentimento entre os nipônicos era dúbio. Por mais que ainda 'sonhem acordado' pelo feito que conquistaram na última quarta-feira (23), a ordem é por os pés no chão para conquistar a classificação às oitavas de final no Grupo E, apontado como um dos mais complicados do Mundial.

O atacante Shuto Machino é um desses exemplos. O jogador disse que a adrenalina pela vitória foi tamanha que ele 'sequer dormiu direito até agora'. Foi quando um jornalista japonês lhe perguntou sobre a Costa Rica e, empolgado, destacou que se era possível repetir diante do rival a goleada aplicada pela Espanha na estreia (7 a 0).

- No jogo contra a Costa Rica é certo que teremos mais tempo para atacar do que no jogo contra a Alemanha, e teremos um maior número de posses de bola. Acho que teremos mais bolas, então acho que nosso ataque terá uma chance - respondeu, constrangido.

Titular contra a Alemanha, o centroavante Daizen Maeda destacou que já lhe era 'impensável pensar há quatro anos em disputar a Copa do Mundo.'

- Imagina então vencer a Alemanha. Foi o que eu senti, que a vida muda muito rápido. Por isso não podemos perder essa consistência que criamos como equipe no próximo jogo. Sabemos da importância e queremos vencer.

Autor de um dos gols na histórica vitória, Ristsu Doan já sente os efeitos de ser responsável pelo feito.

- Sinto por essa reação que estou carregando o país nas costas. Quando venço pela seleção do Japão, todos dizem: "Parabéns!" e "Você me deu coragem".

Restou a um dos líderes do elenco segurar as rédeas japonesas. O lateral-esquerdo Yuto Nagatomo foi categórico sobre o que esperar no domingo.

- O mais importante é não baixar a guarda só porque ganhou, e tem que mudar de ideia. Acho que foi uma grande vitória, mas se perdermos da próxima vez não terá sentido, então conversamos como equipe que devemos tentar manter a compostura mais uma vez.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

placeholder

+ Qatar eliminado na 1ª fase: relembre a campanha das seleções anfitriãs em Copas
> Confira a tabela e simule resultados da Copa do Mundo-22 do Qatar
> Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE