Jair leva advertência do TJD e pode comandar Botafogo no clássico

BERNARDO GENTILE

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O técnico do Botafogo, Jair Ventura, foi apenas advertido nesta terça-feira (4) pelo TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) pela expulsão no clássico contra o Fluminense no dia 23 de março, no Estádio Nilton Santos. Assim, o treinador do Alvinegro poderá comandar normalmente seus jogadores no clássico com o Tricolor pela semifinal da Taça Rio, neste domingo (9).

Na oportunidade, o Botafogo abriu 2 a 0 no primeiro tempo e viu o Fluminense virou o duelo na etapa complementar. Por conta dos vários gols e alguns atendimentos médicos, Jair Ventura se revoltou com o árbitro Maurício Machado, que determinou três minutos de acréscimos.

O treinador, então, reclamou bastante, desferiu alguns xingamentos e foi expulso pela autoridade. No julgamento, Jair pediu desculpas por falar palavrão, o que ele considera errado e convenceu o júri.

O relator votou pela advertência do treinador do Botafogo e foi acompanhado pelos demais auditores. Assim, como já cumpriu suspensão automática contra o Bangu, está livre para comandar o Botafogo diante do Fluminense.