Jair e jogadores do Botafogo mantêm confiança na classificação

O técnico Jair Ventura reconheceu que esperava outro resultado no primeiro jogo diante do Grêmio, mas garantiu que o Botafogo está bem vivo e que tem todas as condições de conseguir a vaga para as semifinais da Libertadores, mesmo atuando fora de casa, depois de empatar sem gols no Rio.

Na entrevista coletiva, o treinador alvinegro lembrou que sua equipe sempre entra para vencer, mas isso nem sempre é o suficiente, como não foi nessa quarta. “Vamos fazer sempre o nosso máximo. Estamos mais do que vivos e vamos brigar por essa classificação”, avisou.

O técnico do Botafogo disse ainda que o grande erro da sua equipe foi atuar de forma muito espaçada no Nilton Santos. Jair explicou que o Botafogo perdia sempre a segunda bola e só melhorou no segundo tempo quando o time passou a jogar de forma mais compacta.

O treinador alvinegro fez questão de defender os volantes Bruno Silva e Matheus Fernandes, que receberam muitas críticas por causa da fraca atuação fraca. “Discordo que eles foram mal. Até achei que fizeram boa partida. Meu pensamento foi mudar o menos possível a equipe, principalmente depois da ótima atuação contra o Flamengo”, explicou.

Substituído no segundo tempo, o atacante Rodrigo Pimpão acredita em outro duelo equilibrado no jogo da volta e disse que o Botafogo vai precisar ser mais objetivo para sair de Porto Alegre com a classificação. Em entrevista à FoxSports, Pimpão comentou que a equipe carioca precisa corrigir os erros mostrados no primeiro jogo. “Não acho que agora esteja mais para o Grêmio. As duas equipes vão jogar de igual para igual. Nós vamos lutar para classificar”.

Já o lateral-esquerdo Gilson admitiu que esperava muita dificuldade. “Não saímos com a vitória, mas também não tomamos gol. Já mostramos em outras oportunidades que temos toda a possibilidade de se classificar fora de casa”, concluiu o jogador.