Jair explica estratégia usada para vencer o Atlético Nacional

O Botafogo venceu o Atlético Nacional, por 2 a 0. Em pleno Atanasio Girardot, em Medellín, o clube carioca não tomou conhecimento do atual campeão da Libertadores e encerrou um jejum de 24 anos sem vencer fora do Brasil. O responsável por isso, Jair Ventura, explicou sua estratégia na partida.

"A maior incidência dos gols do Nacional é por dentro, mas como também abrem os dois laterais, trabalhamos isso na semana. Sabíamos que eles teriam mais posse de bola, tentamos neutralizar marcando no tiro de meta. Nosso objetivo era tirá-los da zona de conforto. Eles arriscavam uns passes e erravam. Fico feliz por ter vencido essa equipe forte", analisou Jair Ventura.

Camilo Botafogo Fluminense Carioca Taca Rio 09042017

(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)

VEJA TAMBÉM:

Confira outros trechos da entrevista de Jair:

Clima no estádio rival
"Um clima de esporte, que não é uma guerra. Tem que prevalecer a amizade. Anunciaram nosso time e eles bateram palmas. Serve de lição".

Evolução do time
"Somos uma equipe boa assim como outras. A equipe do Atlético Nacional, por exemplo, é o atual campeã da Libertadores, tem um CT nível Europa. Ainda temos muito arroz e feijão para comer ainda. Somos um time de operários".

Com a segunda vitória em dois jogos, o Botafogo divide a liderança do Grupo 1 da Liberta com o Barcelona de Guayaquil, ambos com seis pontos. Na próxima quinta-feira (20), às 21h45 (de Brasília), o Glorioso enfrenta os equatorianos, fora de casa.