Alexandre Frota convoca 'manifestações da janela' contra Jair Bolsonaro

Yahoo Notícias
Convocação do deputado Alexandre Frota foi feita pelas redes sociais. (Foto: Agência Brasil)
Convocação do deputado Alexandre Frota foi feita pelas redes sociais. (Foto: Agência Brasil)

O deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) convocou, via redes sociais, uma manifestação ‘das janelas’ contra o presidente Jair Bolsonaro, por conta das recomendações para que a população permaneça dentro de casa diante da pandemia do novo coronavírus.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

No Twitter, Frota postou uma foto chamando para o ato “Vozes da Janela contra Bolsonaro”, marcada para esta quarta-feira (18), às 20h30. “Vamos com tudo Brasil”, escreveu Frota.

Leia também:

Manifestações contra o governo Bolsonaro estavam agendadas para ocorrer nas ruas de diversas capitais em contraponto aos atos realizados no dia 15, pró-governo e contra o Congresso e STF (Supremo Tribunal Federal).

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Devido à pandemia da Covid-19 e seguindo os protocolos públicos estabelecidos pelo Ministério da Saúde, as entidades organizadoras cancelaram os atos e reorganizaram as manifestações convocando a população a protestar nas janelas de suas casas.

PARTICIPAÇÃO NOS ATOS

Bolsonaro contrariou as recomendações do próprio ministério da Saúde e saiu às ruas para cumprimentar apoiadores e celebrar os atos realizados neste domingo (15).

Criticado pela participação, Bolsonaro  afirmou que assumirá a responsabilidade caso tenha se contaminado ao interagir com a população, contrariando indicações médicas. No domingo, ainda desafiou os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), a ir às ruas para ver "como são recebidos".

“Com toda certeza, muitos pegarão isso, independentemente dos cuidados que tomem. Isso vai acontecer mais cedo ou mais tarde. Devemos respeitar, tomar as medidas sanitárias cabíveis, mas não podemos entrar numa neurose, como se fosse o fim do mundo” afirmou o presidente, em entrevista à CNN Brasil.

A convocatória de Bolsonaro e sua participação motivou o discurso da deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP), feito na tribuna da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) na segunda-feira (16), no qual defendeu o afastamento de Bolsonaro do cargo da presidência da República.

“É inadmissível, é injustificável, é indefensável. Crime contra a saúde pública. Desrespeitou a ordem de seu ministro da Saúde (Luiz Henrique Mandetta)”, discursou Janaína.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também