Jair admite “vai e não vai ” e diz que Veríssimo pediu para jogar no Santos

Gazeta Press

Após negociação frustrada com o Spartak Moscou-RUS e recuperação de lesão muscular na coxa direita, Lucas Veríssimo voltou a jogar pelo Santos na vitória por 2 a 0 sobre o São Caetano, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro. O zagueiro ainda marcou um dos gols do Peixe.

O técnico Jair Ventura admitiu o incômodo no “vai e não vai” de Veríssimo e revelou que o jogador pediu para atuar após o período de incerteza.

“Converso demais com meus atletas. Trago sempre na minha sala. Tento ajudar de alguma maneira, mesmo com pouca idade. Dou minha opinião e o jogador decide. É um menino de cabeça boa, está nesse vai e não vai, mas fez questão de dizer que está pronto para jogar. Eu disse: “Vamos nessa”. É um jogador excelente. Se ele precisar sair, vai fazer falta, mas se for bom para o Santos e para o jogador, treinador não vai interferir. Ficamos na expectativa desse vai e não vai, mas ele fez questão de jogar e fez o gol. Que possa acontecer o melhor para ele e para o Santos”, disse Jair.

A negociação com o Spartak estava encaminhada e o Santos receberia 7,5 milhões de euros (cerca de R$ 30 milhões) pelo zagueiro. A entrada de um intermediário no negócio, porém, irritou os agentes do empresário e as tratativas foram encerradas.

Leia também