Jadson será examinado antes de novo duelo, mas diz: 'Não sou de ficar fora'

Bruno Cassucci e Gabriel Carneiro

Decisivo no jogo de ida da primeira fase da Copa Sul-americana, nesta quarta-feira, diante da Universidad de Chile, o meia Jadson é dúvida para o próximo compromisso do Corinthians, que será novamente um duelo eliminatório, mas desta vez válido pela volta das quartas de final do Campeonato Paulista, contra o Botafogo-SP. Por conta de um desconforto muscular na coxa esquerda, o jogador alvinegro passará por exames médicos nesta quinta-feira e ainda não sabe se poderá participar da partida de domingo, às 16h, em Itaquera.

Jadson sentiu as dores na coxa ao chutar a gol a bola que determinou a vitória por 2 a 0 diante de La U. O meia, que já atuava com uma proteção na coxa esquerda, foi substituído por Pedrinho logo depois, e admite que a participação no próximo desafio do Corinthians ainda é uma incógnita.

- Falei com o Carille e com o doutor que senti um desconforto na hora do chute e fiquei com medo de ficar em campo e piorar. Agora vou fazer exames, mas acredito que não seja nada grave - disse o jogador, que concedeu entrevista coletiva ao lado do técnico Fabio Carille e já avisou: não quer desfalcar o Timão diante da equipe de Ribeirão Preto.

- Eu sou um cara que não é qualquer desconforto que vai me tirar da partida. Claro que tem a questão médica, mas se for só desconforto vou querer ajudar. Não sou de ficar fora e espero estar pronto para o Paulista também.

Diante do Botafogo-SP, há possibilidade dos retornos ao menos para o banco de reservas de Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto e Kazim, recuperados de lesão. Assim, seguem em tratamento e sem condições de jogo os zagueiros Pedro Henrique e Vilson e o meia Danilo. A princípio, Jadson é a única dúvida para o duelo.







E MAIS: